Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização da reação em cadeia da polimerase para identificação de espécie bovina, suína e canina em amostras de carne em diferentes concentrações: método para o controle de fraudes em alimentos

Processo: 08/58051-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 31 de janeiro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Inspeção de Produtos de Origem Animal
Pesquisador responsável:Simone de Carvalho Balian
Beneficiário:Simone de Carvalho Balian
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Análise de alimentos  Carnes e derivados  Saúde pública  Reação em cadeia por polimerase (PCR)  Amplificação do DNA  Vigilância sanitária  Técnicas e procedimentos diagnósticos 

Resumo

A técnica de amplificação do DNA pela reação em cadeia da polimerase - PCR permite a identificação da espécie ou espécies animais das matérias primas de produtos de origem animal. A disponibilidade e uso desse recurso têm importância econômica, social, ética e de saúde pública. Dentre as atividades dos serviços oficiais de fiscalização da produção e comercialização dos produtos de origem animal está, além da salvaguarda da saúde pública e saúde animal, a identificação e controle de fraudes e adulterações de produtos. A substituição de uma matéria prima animal por outra espécie implica em fraude, gerando falsidade ideológica, desigualdade competitiva, prejuízos econômicos ao setor e riscos para a saúde pública. A técnica alvo neste projeto é a PCR, que se baseia na sequência de um fragmento espécie-específico do DNA. O presente trabalho tem por objetivo padronizar a técnica da PCR para a identificação da espécie bovina, suína e canina em diferentes concentrações, com vistas a oferecer, um recurso diagnóstico viável aos serviços oficiais de inspeção e vigilância sanitária de alimentos, auxiliando os procedimentos de combate às fraudes. (AU)