Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de glicolipídios de Paracoccidioides brasiliensis sobre a resposta imune inata e adaptativa de indivíduos saudáveis curados de PCM

Processo: 07/58598-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2008 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Gil Benard
Beneficiário:Gil Benard
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Paracoccidioidomicose  Paracoccidioides brasiliensis  Imunidade inata  Imunidade adaptativa  Glicolipídeos  Receptores toll-like  Linfócitos B 

Resumo

A paracoccidioidomicose (PCM) é micose profunda causada pelo fungo Paracoccidioides brasiliensis, endêmica no Brasil e outros países da América latina. A resposta do hospedeiro a esse fungo é mediada principalmente pela imunidade celular, observando-se uma imunossupressão predominantemente antígeno-específico; e nos pacientes com as forma mais graves, também inespecífica. O principal antígeno extraído do fungo é a gp43, porém existem componentes glicolipídicos na superfície do fungo que podem apresentar estruturas únicas, não vistas em células de mamíferos. Alguns desses compostos possuem grande capacidade antigênica, ou em outros casos, são capazes de causar efeitos imunossupressores. Diferentes glicolipídios podem ativar receptores Toll-like, com importantes papéis na resposta imune, ou ainda ativar células NK-T, importantes células reguladoras, e com isso, modular a resposta imunológica. Do extrato do P. brasiliensis, observou-se que determinados glicolipídios são capazes de inibir proliferação, demonstrando seu papel imunomodulador em animais, porém em humanos seu efeito nunca foi estudado. Por isso, o objetivo desse trabalho é avaliar o efeito de duas frações do extrato de glicolipídios sobre a imunidade inata e adaptativa de pacientes sadios com ou sem histórico prévio de PCM. Para tal, avaliaremos os efeitos de cada fração sobre a capacidade de apresentação de antígenos, a expressão de moléculas co-estimulatórias, a expressão de receptores Toll-like em células dendríticas e monócitos, assim como a resposta de ativação e proliferação de células T co-cultivadas com células APC e a expansão de células NK-T. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BATISTA, VANESSA G.; TOLEDO, MARCOS S.; STRAUS, ANITA H.; MENDES-GIANNINI, MARIA J. S.; DUARTE, ALBERTO J. S.; TAKAHASHI, HELIO K.; BENARD, GIL. Glycolipid Sensing and Innate Immunity in Paracoccidioidomycosis. Mycopathologia, v. 178, n. 3-4, p. 153-162, OCT 2014. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.