Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão tecidual do pepsinogênio C (PGC) e antígeno prostático específico de membrana (PSMA) no diagnóstico do câncer da próstata: análise em amostras de biópsia prostática

Processo: 09/52676-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Alberto Azoubel Antunes
Beneficiário:Alberto Azoubel Antunes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Urologia  Neoplasias da próstata  Biópsia  Expressão gênica  Marcador molecular  Diagnóstico clínico 

Resumo

Proposta - Avaliar o valor da expressão tecidual dos genes do PGC e do PSMA no diagnóstico do Câncer da próstata (Cap) em amostras obtidas através de biópsia prostática. Justificativa - Um estudo recente realizado por nosso grupo avaliou o valor diagnóstico da expressão de seis genes em 50 pacientes com Cap clinicamente localizado. Foi demonstrado que o PSMA estava super-expresso (em média nove vezes) e o PGC sub-expresso (em média de 1,3 x 10-4 vezes) no tecido neoplásico de todos os casos de câncer quando comparados com os casos de hiperplasia prostática benigna (HPB). Os demais genes demonstraram um padrão de expressão variado, não permitindo a diferenciação entre os tecidos malignos e benignos. Quando estes resultados foram testados no tecido prostático benigno dos pacientes com câncer, o PGC manteve o mesmo padrão de expressão em todos os casos e o PSMA, apresentou-se super-expresso em 88% dos pacientes (média de 12 vezes), em relação aos casos de HPB. No entanto, apesar do estudo acima demonstrar que as alterações teciduais do PGC e do PSMA podem representar uma evidência objetiva de Cap, o mesmo foi avaliado em amostras de tecido removidas de cirurgias. Torna-se necessário, portanto, a confirmação de tais resultados em amostras de tecido obtidas através de biópsia prostática. Método - Análise prospectiva de amostras teciduais de 50 pacientes consecutivos submetidos à biópsia trans-retal da próstata guiada por ultra-som para diagnóstico do Cap. Para os fins do estudo, um fragmento adicional será removido de cada biópsia. O espécime a ser estudado será recebido a fresco e armazenados a -80°C. A análise da expressão tecidual do PGC e do PSMA será feita através da técnica de reação em cadeia da polimerase com transcriptase reversa (gRT-PCR) em tempo real. (AU)