Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito dos ácidos graxos ômega-3 na proliferação, morte celular e na expressão gênica de linhagens normais e transformadas da glândula mamária

Processo: 09/52244-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Pesquisador responsável:Dan Linetzky Waitzberg
Beneficiário:Dan Linetzky Waitzberg
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Morte celular  Cultura de células  Microdomínios da membrana  Expressão gênica  Receptor erbB-2  Neoplasias mamárias  Ácidos graxos ômega-3 

Resumo

Células de câncer de mama com superexpressão de receptores ErbB-2 frequentemente apresentam hiperativação da via P13K/AKT, aumento da expressão e atividade do fator de transcrição SREBP e diminuição da expressão da proteína caveolina. Por essa razão, observa-se síntese aberrante e acúmulo de colesterol na membrana celular e diminuição da sua fluidez. Essas alterações na membrana celular, induzidas pelo ErbB-2, permitem maior capacidade de proliferação e evasão de morte. Acredita-se que a diminuição da fluidez da membrana celular está associada ao maior agrupamento dos lipid rafts, favorecendo o envio de sinais proliferativos constantes a partir dos receptores ErbB-2. A diminuição dos níveis de caveolina está associada com dificuldade de degradação desses receptores e incapacidade de controlá-los negativamente Portanto, esta estrutura e composição da membrana celular dificulta a parada de ciclo celular e liberação de sinais apoteóticos que poderiam ser deflagrados pela desestruturação dos lipid rafts. Desse modo, células de câncer de mama com superexpressão de ErbB-2 podem ser sensíveis à apoptose induzida pela alteração da composição ou desestruturação da membrana celular, especificamente dos lipid rafts. Nesse sentido AG n-3 podem ser agentes promissores. Os AG n-3 podem modular o sistema imunológico por meio da sua incorporação na membrana de células do sistema imune, entretanto, o impacto biológico da incorporação desses AG na membrana de células tumorais e sua influência em vias de sinalização que controlam proliferação e morte, como a via ErbB-2, e expressão de genes está longe de ser definido. Apesar ao mecanismo ser obscuro, os poucos estudos experimentais disponíveis na literatura cientifica mostram que AG n-3 são capazes de diminuir proliferação e induzir morte celular de diferentes linhagens de células tumorais de mama. Vale ressaltar que esses efeitos não foram observados em células com superexpressão de ErbB-2. Desse modo, o presente projeto pretende avaliar o efeito do tratamento com AG n-3 (EPA e DHA), no ciclo e morte celular, sua influência nos lipid rafts e no perfil gênico de linhagens celulares do tecido mamário normal e transformado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAVACCI, GRAZIELA ROSA; BRENTANI, MARIA MITZI; TORTELLI, THARCISIO CITRANGULO; TORRINHAS, RAQUEL SUZANA M. M.; SANTOS, JESSICA REIS; LOGULLO, ANGELA FLAVIA; WAITZBERG, DAN LINETZKY. Docosahexaenoic Acid Modulates a HER2-Associated Lipogenic Phenotype, Induces Apoptosis, and Increases Trastuzumab Action in HER2-Overexpressing Breast Carcinoma Cells. BIOMED RESEARCH INTERNATIONAL, 2015. Citações Web of Science: 6.
RAVACCI, GRAZIELA ROSA; BRENTANI, MARIA MITZI; TORTELLI, JR., THARCISIO; TORRINHAS, RAQUEL SUZANA M. M.; SALDANHA, TATIANA; TORRES, ELIZABETH APARECIDA F. S.; WAITZBERG, DAN LINETZKY. Lipid raft disruption by docosahexaenoic acid induces apoptosis in transformed human mammary luminal epithelial cells harboring HER-2 overexpression. JOURNAL OF NUTRITIONAL BIOCHEMISTRY, v. 24, n. 3, p. 505-515, MAR 2013. Citações Web of Science: 25.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.