Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise do tráfego intracelular de mitocôndrias antes da formação de agregados protéicos em neurodegeneração

Processo: 08/04480-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 31 de julho de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Merari de Fátima Ramires Ferrari
Beneficiário:Merari de Fátima Ramires Ferrari
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças neurodegenerativas  Peptídeos e proteínas de sinalização intracelular  Agregados proteicos  Peptídeos beta-amiloides  alfa-Sinucleína  Cultura de células  Mitocôndrias 

Resumo

Durante o envelhecimento há formação de agregados protéicos que se distribuem por todo o sistema nervoso central e podem promover a neurodegeneração como ocorre na doença de Alzheimer, Parkinson, Esclerose Lateral Amiotrófica, Huntington, dentre outras. Há evidências de que alterações do tráfego intracelular antecedem a formação desses agregados proteicos o que seria o primeiro fator importante para a degeneração celular, pois esta deficiência do transporte também se reflete na disfunção da comunicação intercelular. Recentemente, foi demonstrado que alterações no transporte de mitocôndrias aparecem bem antes dos sintomas clássicos da neurodegeneração. Neste sentido, sabendo que as mitocôndrias desempenham função fundamental em manter a homeostase celular, controlar a disponibilidade de Ca2+ intracelular e regular a apoptose, sua disfunção pode contribuir para a morte neuronal. Portanto, conhecer a relação entre o tráfego de mitocôndrias e a formação de agregados proteicos pode ser um passo importante para o melhor entendimento dos mecanismos da neurodegeneração, sua possível terapia reversiva e até mesmo para a prevenção da morte neuronal uma vez que os primeiros sintomas, relacionados ao mau funcionamento da comunicação celular, sejam identificados precocemente. Com isso, o objetivo do presente estudo é analisar a expressão de proteínas envolvidas no transporte anterógrado, retrógrado e ancoramento das mitocôndrias como a cinesina 1B, cinesina 5, GRIF-1, Miro-1, Sintafilina, Dinactina e Dineína C1h1 antes da formação de agregados provocados pela exposição crônica à rotenona utilizando-se de análises in vivo, culturas de células nervosas, PCR em tempo real e Western blotting. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MELO, THAIANY Q.; D'UNHAO, ALINE M.; MARTINS, STEPHANIE A.; FARIZATTO, KAREN L. G.; CHAVES, RODRIGO S.; FERRARI, MERARI F. R. Rotenone-Dependent Changes of Anterograde Motor Protein Expression and Mitochondrial Mobility in Brain Areas Related to Neurodegenerative Diseases. Cellular and Molecular Neurobiology, v. 33, n. 3, p. 327-335, APR 2013. Citações Web of Science: 8.
CHAVES, RODRIGO S.; MELO, THAIANY Q.; D'UNHAO, ALINE M.; FARIZATTO, KAREN L. G.; FERRARI, MERARI F. R. Dynein c1h1, dynactin and syntaphilin expression in brain areas related to neurodegenerative diseases following exposure to rotenone. ACTA NEUROBIOLOGIAE EXPERIMENTALIS, v. 73, n. 4, p. 541-556, 2013. Citações Web of Science: 5.
CHAVES, RODRIGO S.; MELO, THAIANY Q.; MARTINS, STEPHANIE A.; FERRARI, MERARI F. R. Protein aggregation containing beta-amyloid, alpha-synuclein and hyperphosphorylated tau in cultured cells of hippocampus, substantia nigra and locus coeruleus after rotenone exposure. BMC NEUROSCIENCE, v. 11, NOV 10 2010. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.