Busca avançada
Ano de início
Entree

Modulação da expressão de metaloproteinases da matriz e resposta tecidual frente a agentes cimetantes utilizados em odontologia: estudo no tecido subcutâneo de camundongos e no tecido pulpar de dentes em cães com cavidades profundas

Processo: 09/54573-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de janeiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Léa Assed Bezerra da Silva
Beneficiário:Léa Assed Bezerra da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cimentos dentários  Resinas compostas  Cimentos de ionômeros de vidro  Remodelação óssea  Metaloproteinases da matriz  Teste de biocompatibilidade 

Resumo

Os agentes cimentantes são amplamente utilizados em Odontologia, embora a biocompatibilidade com o tecido pulpar e os mecanismos pelos quais esses materiais podem atuar na remodelação tecidual não sejam conhecidos. Dessa maneira, o objetivo deste projeto será avaliar a resposta tecidual de diferentes agentes cimentantes à base de resina e de ionômero de vidro no tecido conjuntivo subcutâneo de camundongos e no tecido pulpar de dentes de cães com cavidades profundas. Posteriormente, a remodelação do tecido conjuntivo em contato com esses materiais será investigada por meio da avaliação da presença e atividade de metaloproteinases da matriz (MMPs), as quais são enzimas importantes para o processo de remodelação tecidual. Os materiais-teste serão implantados no tecido subcutâneo de camundongos isogênicos da linhagem Balb/C e colocados em contato indireto com o tecido pulpar, em cavidades profundas preparadas em dentes de cães. Serão avaliados o cimento à base de ionômero de vidro Ketac Cem Easy Mix e os cimentes resinosos Multilink Automix e Rely X Unicem. Decorridos os períodos experimentais, os animais serão submetidos à eutanásia e os tecidos submetidos ao processamento histológico. A resposta tecidual será avaliada por meio de indícios de fibrosamento no tecido conjuntivo, intensidade do infiltrado inflamatório em contato com o material e pela presença de ponte de dentina. Posteriormente, com o objetivo de investigar os mecanismos envolvidos na reorganização do tecido conjuntivo em contato com os agentes cimentantes serão avaliadas a presença e atividade de metaloproteinases da matriz, por meio de zimografía in situ e imunoistoquímica. Os resultados obtidos serão submetidos à análise estatística apropriada de acordo com o padrão de distribuição da amostra por meio dos testes one way ANO VA seguido pelo pós-teste de Tukey, teste não paramétrico de Mann-Whitney ou pelo teste Exato de Fisher (a= 0,05). (AU)