Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito da clorexidina na preservação da camada híbrida e resistência adesiva da dentina preparada com Laser de Er:YAG. estudo in vitro

Processo: 09/11225-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2009 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Silmara Aparecida Milori Corona
Beneficiário:Silmara Aparecida Milori Corona
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística  Clorexidina  Dentina  Microtração 

Resumo

O presente estudo tem como objetivo avaliar in vitro o efeito da clorexidina na resistência adesiva da dentina irradiada com laser de Er:YAG, após degradação da interface adesiva. Para isso, serão selecionados 60 terceiros molares humanos hígidos (n=15), cuja porção oclusal de esmalte será removida, para expor a dentina superficial. As superfícies de dentina serão polidas com lixas d'água (#320 a #1200). Para realização do preparo cavitário será empregado o laser de Er:YAG (260mJ/4Hz). Após a irradiação da superfície dentinária, os espécimes serão condicionados com ácido fosfórico 35% por 15 segundos, lavados por 30 segundos e secos abundantemente com jatos de ar. Em seguida, serão divididos aleatoriamente em dois grupos de acordo com a reidratação da superfície dentinária: A. Água deionizada e B. Clorexidina 2%, na proporção de 1,5µL. Será empregado o sistema adesivo Single Bond. Ao final da aplicação do sistema adesivo, será confeccionado sobre a superfície de dentina, um platô de resina composta fotoativada pela técnica incremental em 4 camadas, contendo cada uma 1mm. Os corpos-de-prova restaurados serão divididos de acordo com método empregado para a degradação da interface adesiva / técnica de armazenamento: subgrupo 1 nenhum ciclo / 24 horas de estocagem em saliva artificial; subgrupo 2, 12.000 ciclos / 6 meses de estocagem em saliva artificial. Após a degradação da interface adesiva, os conjuntos dente/resina serão seccionados de forma a se obter aproximadamente 6 palitos de aproximadamente 1,0mm2 (± 0,2mm2), que serão submetidos ao teste de microtração utilizando a Máquina Universal de Ensaios (0,5mm/min). O padrão de falha será analisado por microscopia eletrônica de varredura. Os dados obtidos serão analisados quanto a sua distribuição para escolha do método estatístico mais adequado. Para a análise morfológica em Microscopia Eletrônica de Varredura da interface adesiva, serão utilizados 12 terceiros molares humanos hígidos (n=3), que serão preparados, restaurados e armazenados da mesma forma descrita anteriormente, com o objetivo de verificar a morfologia da interface substrato/sistema adesivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GALAFASSI, DANIEL; SCATENA, CAMILA; COLUCCI, VIVIAN; RODRIGUES-JUNIOR, ANTONIO LUIZ; SERRA, MONICA CAMPOS; MILORI CORONA, SILMARA APARECIDA. Long-Term Chlorhexidine Effect on Bond Strength to Er: YAG Laser Irradiated-Dentin. MICROSCOPY RESEARCH AND TECHNIQUE, v. 77, n. 1, p. 37-43, JAN 2014. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.