Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação in vitro da bioestimulação de células de linhagem odontoblástica (MDPC-23) de camundongos com laser terapêutico de arseniato de gálio e alumínio (GAAlAs)

Processo: 06/06313-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2008 - 31 de março de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Karina Fittipaldi Bombonato Prado
Beneficiário:Karina Fittipaldi Bombonato Prado
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Cultura de células  Terapia a laser de baixa intensidade  Odontoblastos 

Resumo

Em um dente totalmente formado, estímulos irritantes como lesões cariosas, injúrias químicas ou mecânicas podem atuar sobre os odontoblastos levando-os a uma modulação de suas atividades para a formação de dentina. A dentina formada nestas circunstâncias pode aumentar a distância entre o estímulo irritante e as células pulpares, podendo também modificar a sua permeabilidade, promovendo uma barreira de proteção para o complexo dentino-pulpar. Atualmente, a utilização do laser tem sido considerada um dos maiores avanços tecnológicos para a Medicina e Odontologia. Devido a suas propriedades diferenciais como monocromaticidade, coerência, direcionalidade e brilhância, o laser pode depositar uma grande quantidade de energia nos tecidos biológicos com extrema precisão, o que permite a sua utilização em diagnósticos e terapias nas mais diversas áreas. A terapia com laser de baixa intensidade promove uma biomodulação celular na cicatrização de feridas, na proliferação de fibroblastos, na síntese de colágeno e na regeneração de tecidos ósseo e nervoso, sendo ainda uma estratégia de tratamento a ser utilizada na terapia pulpar, pela bioestimulação das respostas reparadoras naturais das células pulpares, especialmente dos odontoblastos. O objetivo deste estudo é avaliar in vitro o efeito da irradiação do laser de baixa intensidade no comportamento de uma linhagem odontoblástica (MDPC-23) de camundongos. Serão efetuados experimentos para avaliação da proliferação e viabilidade celular, quantidade de proteína total, atividade de fosfatase alcalina e formação de nódulos de mineralização, além de detecção fatores de crescimento e de proteínas essenciais para a função dos odontoblastos através de microscopia de imunofluorescência indireta, ELISA e PCR RealTime. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, LUCIANA BATISTA; CHIMELLO, DANIELA THOMAZATTI; WIMMERS FERREIRA, MAIDY REHDER; BACHMANN, LUCIANO; ROSA, ADALBERTO LUIZ; BOMBONATO-PRADO, KARINA FITTIPALDI. Low-Level Laser Therapy Influences Mouse Odontoblast-Like Cell Response in Vitro. Photomedicine and Laser Surgery, v. 30, n. 4, p. 206-213, APR 2012. Citações Web of Science: 13.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.