Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao nutricional de adolescentes e adultos com osteogenese imperfeita

Processo: 08/51095-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2008 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:Ligia Araujo Martini
Beneficiário:Ligia Araujo Martini
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/11257-4 - Avaliação nutricional de adolescentes e adultos com osteogenese imperfeita, BP.TT
Assunto(s):Doenças ósseas  Composição corporal  Metabolismo ósseo  Metabolismo basal  Vitamina D  Dieta 

Resumo

Introdução: Osteogênese imperfeita (0I) é uma enfermidade que leva a fragilidade e redução da massa óssea, não secundária a qualquer outra condição conhecida. Inúmeros estudos demonstram que fatores nutricionais estão relacionados ao metabolismo ósseo, porém, em pacientes com OI o papel da nutrição ainda não é totalmente elucidado. Devido à importância da ingestão adequada de nutrientes durante as diversas fases da vida, há necessidade de melhor conhecimento sobre o estado nutricional, e a taxa de metabolismo basal de indivíduos com OI. Objetivo: Avaliar o estado nutricional e o consumo alimentar de adolescentes e adultos com OI. Métodos: Estudo caso-controle, contemplando adolescentes e adultos de ambos os sexos. O grupo caso será composto por indivíduos portadores de OI atendidos no ambulatório de Fragilidades Ósseas da Disciplina de Endocrinologia da UNIFESP e o grupo controle por indivíduos saudáveis que apresentem parentesco que não seja de 1ª geração com os indivíduos do grupo caso, pareados em relação a sexo e idade. Todos os indivíduos serão submetidos a avaliações da composição corporal, densidade mineral óssea, ingestão alimentar, avaliação bioquímica, determinação da Taxa de Metabolismo Basal (TMB) e aferição da temperatura corporal. Para avaliação da composição corporal serão utilizados peso, altura, envergadura e Índice de Massa Corpórea - IMC. Será utilizado também o Dual energy X-ray absorptiometry - DXA, para analisar quantidades de gordura e massa magra e densidade/conteúdo mineral óssea em coluna lombar L1 e L4 e colo de fêmur. A ingestão alimentar será avaliada pelo Registro Alimentar de 3 dias e os nutrientes serão analisados no software Nutrition Data System for Research - NDSR. Os dados bioquímicos a serem avaliados serão (Hormônio da paratireóide - PTH, Telopeptídeo Carboxiterminal do Colágeno tipo I - CTX, 25-hidroxivitamina D - 25-(OH)D3, cálcio ionizado e total, albumina, fósforo e creatinina). Será realizada calorimetria indireta para obtenção da TMB. Quanto às análises estatísticas, serão utilizados testes paramétricos ou não paramétricos para verificar a diferença entre as médias, correlação e associação entre as variáveis. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANDRADE CHAGAS, CARLOS EDUARDO; ROQUE, JANAINA PIVETTA; EMO PETERS, BARBARA SANTAROSA; LAZARETTI-CASTRO, MANSE; MARTINI, LIGIA ARAUJO. Do patients with osteogenesis imperfecta need individualized nutritional support?. NUTRITION, v. 28, n. 2, p. 138-142, FEB 2012. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.