Busca avançada
Ano de início
Entree

Dinâmica populacional de polimorfismos de Plasmodium vivax na Amazônia rural brasileira

Resumo

A malária é uma das principais endemias parasitárias brasileiras, com mais de 300.000 casos clínicos notificados na Amazônia brasileira em 2009. Cerca de 85% desses casos devem-se a Plasmodium vivax. Compreender os padrões de diversificação desse patógeno humano no espaço e no tempo é uma questão central da ecologia e da genética- de populações, com claras implicações para o planejamento de estratégias de controle. Este projeto tem como objetivo examinar a dinâmica populacional de linhagens geneticamente distintas de P. vivax, caracterizadas com marcadores evolutivamente neutros, em duas comunidades rurais bem delimitadas da Amazônia brasileira, que diferem quanto aos níveis de transmissão. O projeto baseia-se em estudos de coorte prospectiva realizados na Amazônia Ocidental brasileira (estados do Acre e Amazonas). O primeiro estudo reuniu 509 indivíduos seguidos entre 2004 e 2007 em um assentamento agrícola antigo (Granada) com baixos níveis de transmissão de malária; o segundo estudo compreende cerca de 200 indivíduos a serem seguidos entre 2010 e 2011 (12 meses) em um assentamento mais recente (Remansinho), com níveis de endemicidade de malária bem mais elevados. Amostras sangüíneas foram ou serão colhidas dos indivíduos com infecção incidente por P. vivax. Para a caracterização genética dos isolados* serão utilizados polimorfismos de única base (SNPs) em genes relacionados ao metabolismo do parasito -- portanto, potencialmente livres de pressão seletiva diversificadora -- distribuídos ao longo de 12 cromossomos distintos de P. vivax. Comparados aos marcadores de DNA microssatélite altamente polimórficos que empregamos em estudos anteriores, esses SNPs têm a vantagem de apresentar menor taxa de mutação e maior reprodutibilidade na tipagem, permitindo sua aplicação a escalas geográficas e temporais mais amplas e sua comparabilidade entre laboratórios. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Polimorfismo em antígeno de grupo sanguíneo afeta suscetibilidade à malária 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Agressividade oculta 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARLOS, BIANCA C.; FOTORAN, WESLEY L.; MENEZES, MARIA J.; CABRAL, FERNANDA J.; BASTOS, MARCELE F.; COSTA, FABIO T. M.; SOUSA-NETO, JAYME A.; RIBOLLA, PAULO E. M.; WUNDERLICH, GERHARD; FERREIRA, MARCELO U. Expressed var gene repertoire and variant surface antigen diversity in a shrinking Plasmodium falciparum population. Experimental Parasitology, v. 170, p. 90-99, NOV 2016. Citações Web of Science: 2.
BATISTA, CAMILLA L.; BARBOSA, SUSANA; BASTOS, MELISSA DA SILVA; VIANA, SUSANA ARIANE S.; FERREIRA, MARCELO U. Genetic diversity of Plasmodium vivax over time and space: a community-based study in rural Amazonia. Parasitology, v. 142, n. 2, p. 374-384, FEB 2015. Citações Web of Science: 13.
RODRIGUES, PRISCILA T.; ALVES, JOAO MARCELO P.; MARIA SANTAMARIA, ANA; CALZADA, JOSE E.; XAYAVONG, MANIPHET; PARISE, MONICA; DA SILVA, ALEXANDRE J.; FERREIRA, MARCELO U. Using Mitochondrial Genome Sequences to Track the Origin of Imported Plasmodium vivax Infections Diagnosed in the United States. American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 90, n. 6, p. 1102-1108, JUN 2014. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.