Busca avançada
Ano de início
Entree

Antígenos modelo para imunoterapia de infecções por cepas endêmicas de Pseudomonas aeruginosa co-produtoras de metalo-b-lactamase SPM-1 e metilase RNAr 16S RmtD, e interação com novos adjuvantes baseados em lípides catiônicos

Processo: 09/53354-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Nilton Erbet Lincopan Huenuman
Beneficiário:Nilton Erbet Lincopan Huenuman
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/13659-2 - Antígenos modelo para imunoterapia de infecções por cepas endêmicas de Pseudomonas aeruginosa co-produtoras de metalo-²-lactamase SPM-1 e metilase RNAr 16S RmtD, e interação com novos adjuvantes baseados em lípides catiônicos, BP.TT
Assunto(s):Unidades de terapia intensiva  Infecção hospitalar  Pseudomonas aeruginosa  Imunoterapia  Adjuvantes imunológicos  Vacinas 

Resumo

Pseudomonas aeruginosa é um bacilo Gram negativo não fermentador, agente etiológico de infecções que atingem principalmente pacientes imunocomprometidos ou internados em unidades de terapia intensiva. Esta bactéria é considerada protótipo de patógeno oportunista e é um dos principais agentes de infecção hospitalar. Atualmente no Brasil, o principal problema associado à infecção por P. aeruginosa tem sido a emergência e disseminação de cepas endêmicas co-produtoras de metallo-beta-lactamase (MBL) SPM-1 e metilase RNAr 16S RmtD. Estas cepas podem ser consideradas urgência clínica e epidemiológica, uma vez que apresentam perfil de mutirresistência para ß-lactâmicos e amínoglicosídeos sem alternativas terapêuticas disponíveis, propiciando elevados índices de mortalidade. Neste contexto, a imunoterapia surge como uma alternativa digna de ser pesquisada. Desta forma, o presente projeto tem por objetivo identificar antígenos modelos para a imunoterapia de infecções por cepas endêmicas de P. aeruginosa co-produtoras de MBL SPM-1 e metilase RNAr 16S RmtD e estudar sua interação com novos adjuvantes baseados em lípides catiônicos, visando a produção de formulações com atividade imunoadjuvante. Como métodos de estudo serão realizadas técnicas imunológicas como wester blotting, avaliação da resposta imunológica humoral e celular e caracterização do antígeno por microscopia eletrônica e SDS-PAGE. Para caracterizar a interação dos antígenos modelo com adjuvantes de lípides catiônicos serão utilizadas técnicas de espalhamento de luz dinâmica, dicroísmo circular, espectrofotometria UV-visível, e espectrometria de fluorescência. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MAYORGA, ORIANA; MUNOZ, JULIAN E.; LINCOPAN, NILTON; TEIXEIRA, ALINE F.; FERREIRA, LUIS C. S.; TRAVASSOS, LUIZ R.; TABORDA, CARLOS P. The role of adjuvants in therapeutic protection against paracoccidioidomycosis after immunization with the P10 peptide. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 3, 2012. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.