Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliacao histoquimica e morfoquantitativa do plexo mioenterico do jejuno e do colo de ratos wistar durante o desenvolvimento pos natal

Processo: 08/56723-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2009 - 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Edson Aparecido Liberti
Beneficiário:Edson Aparecido Liberti
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Ratos  Desenvolvimento  Estereologia  Sistema nervoso entérico 

Resumo

O plexo mioentérico (PM) tem como função a regulação autônoma dos componentes da parede do tubo digestório, complementada por um controle simpático e parassimpático. Estudado sob diferentes condições extrínsecas, como a doença de Chagas e a desnutrição, bem como sob situações normais, como o envelhecimento, pouco se sabe sobre os seus aspectos durante o desenvolvimento pós-natal. Além disso, os estudos de quantificação morfológica expressam, principalmente, características morfométricas - nenhum deles referindo-se a dados estereológicos. Desta forma, o presente estudo tem como objetivo quantificar, morfometrica e estereologicamente, os neurônios mioentérícos em diferentes fases do desenvolvimento pós-natal de ratos Wistar, desde a fase neonatal até 60 dias. Para tanto, serão utilizados animais machos divididos nos seguintes grupos de acordo com a idade pós-natal: GI- 0 dias; GII- 7 dias; GIII- 21 dias e, GIV- 60 dias. A eutanásia será efetuada com dose letal de Tïopental sódico (80 mg/100 kg de massa corporal, i.p.) e a perfusão, com solução fixadora de formaldeído 4% em tampão fosfato (PBS; pH 7,4]). O jejuno e o colo serão coletados e lavados com tampão fosfato (PBS; pH 7,4), ligados em suas extremidades e preenchidos com a mesma solução fixadora usada na perfusão. O estudo morfométrico será realizado em preparados totais de membrana, os quais serão corados com azul cuprolínico (corante pan-neuronal), submetidos à reação histoquímica para atividade da acetilcolinesterase (AChE) e NADPH diaforase, e às reações imunohistoquímicas para VIP e substância P. Assim, além da análise do padrão de distribuição espacial dos neurônios entéricos ao longo do intestino, os seguintes parâmetros morfométricos serão estimados: peso e área superficial da serosa de cada segmento, densidade neuronal e ganglionar, número total de neurônios e gânglios, e área neuronal média. Para o estudo estereológico, os fragmentos serão rotacionados sobre seu eixo vertical para, posteriormente, serem seccionados em criostato e corados com azul de toluidina. Os seguintes parâmetros estereológicos serão investigados: volume total de referência, densidade numérica de neurônios ("disector" óptico), número total de neurônios ("fractionator" óptico), volume neuronal (nucleator) e densidade de volume. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)