Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos comportamentais e bioquimicos da restricao calorica na vigencia de um estimulo inflamatorio no sistema nervoso central de ratos.

Resumo

A hormese pode apresentar muitos efeitos benéficos à célula e ao organismo, no entanto, pouco se sabe sobre os mecanismos moleculares envolvidos neste processo. Hormese é uma resposta adaptativa das células e dos organismos a um estresse moderado (normalmente intermitente). Exemplos incluem exercício físico, restrição calórica e exposição a baixas doses de certos fitoquímicos, como, por exemplo, curcumina, isotocianatos, resveratrol. A restrição calórica sem desnutrição expõe os organismos a um estresse nutricional moderado, que não apenas estimula as proteínas de estresse, mas também os mecanismos de defesa do organismo, tornando a célula ou o organismo mais resistente a estímulos tóxicos. Em linhas gerais, a restrição calórica parece atuar, dentre outras, em vias associadas à modulação de fatores de transcrição como NF-kappaB, CREB e FOXO. No entanto, não há ainda evidência sobre o envolvimento da hormese na sinalização Wnt. Em vertebrados, Wnts constituem uma grande família de glicoproteinas com importantes funções no desenvolvimento embrionário normal de vários sistemas, inclusive do sistema nervoso central (SNC). No entanto, alterações desta via podem estar associadas à formação de tumores, doenças neurodegenerativas e inflamação. Estudos têm demonstrado a participação da via Wnt na ativação de citocinas pró-inflamatórias tanto em drosófilas como em macrófagos humanos. Este projeto tem como objetivo avaliar os efeitos da restrição calórica na memória e no aprendizado, nas atividades do NF-kB, CREB e FOXO e na sinalização Wnt no SNC de ratos na ausência e na presença de um estímulo inflamatório, representado pela administração de lipopolissacarídeo (LPS).O labirinto aquático (water maze) será utilizado para avaliar os efeitos da restrição calórica mediante uma inflamação sistêmica gerada pela administração intravenosa de LPS em relação à memória e aprendizagem. O ensaio de retardamento da mobilidade eletroforética (Gel-shift) será utilizado para determinar atividade de ligação do NF-kappaB, CREB e FOXO. Será utilizado ainda ensaio de Western blot e/ou RT-PCR para determinar a expressão protéica de B-catenina, da GSK-3B, do receptor TrkB, do BDNF, da MnSOD, do TLR-4 e das proteínas pró-inflamatórias IL-1B, TNF-alfa, COX-2 e NOSi. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VASCONCELOS, ANDREA R.; DA PAIXAO, AMANDA G.; KINOSHITA, PAULA F.; ORELLANA, ANA M.; SCAVONE, CRISTOFORO; KAWAMOTO, ELISA M. Toll-like Receptor 4 Signaling is Critical for the Adaptive Cellular Stress Response Effects Induced by Intermittent Fasting in the Mouse Brain. Neuroscience, v. 465, p. 142-153, JUN 15 2021. Citações Web of Science: 0.
VASCONCELOS, ANDREA R.; YSHII, LIDIA M.; VIEL, TANIA A.; BUCK, HUDSON S.; MATTSON, MARK P.; SCAVONE, CRISTOFORO; KAWAMOTO, ELISA M. Intermittent fasting attenuates lipopolysaccharide-induced neuroinflammation and memory impairment. JOURNAL OF NEUROINFLAMMATION, v. 11, MAY 6 2014. Citações Web of Science: 59.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.