Busca avançada
Ano de início
Entree

Construindo o sambaqui: a ocupação e os processos de construção de sítio na bacia do canal do Palmital, Santa Catarina

Processo: 08/01285-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-histórica
Pesquisador responsável:Levy Figuti
Beneficiário:Levy Figuti
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/09402-6 - Capacitação técnica para desenvolvimento de práticas laboratorial e documental do projeto: construindo o sambaqui: a ocupação e os processos de construção de sítio na bacia do canal do Palmital, Santa Catarina, BP.TT
Assunto(s):Estruturas  Amostragem  Sambaquis 

Resumo

Este projeto de pesquisa tem como foco o estudo integrado dos processos de formação de sítios do tipo sambaqui, com ênfase na escavação do sambaqui Cubatão I (município de Joinville,SC) e no processo de ocupação na região do Canal do Palmital. Este projeto visa iniciar uma série de estudos para compreender o processo de ocupação da Baia da Babitonga, uma região fundamental para o entendimento dos sambaquis, tendo em vista sua posição geográfica, a alta densidade de sítios, a longa presença dos sambaquis neste litoral, desde 5500 até 1000 anos AP, e a rica cultura material associada aos sítios desta região. Portanto, começando com a porção norte da Baia, o Canal do Palmital, tentaremos começar a estabelecer um quadro cronológico para esta área, através do levantamento, amostragem e datação de sítios. ao mesmo tempo em que desenvolveremos o estudo em um sítio em particular, o Cubatão I, para observarmos o processo de formação/construção de um desses sítios. A metodologia empregada privilegiará de um lado a escavação deste sambaqui com vistas a evidenciar as numerosas estruturas funerárias, para recuperar vestígios de seu processo de formação; ainda no campo deveremos efetuar o levantamento de outros sítios similares na região. Em laboratório, além de analisar o material que virá dessas atividades de campo, será necessário o envio de diversas amostras de ossos humanos e de restos faunísticos para laboratórios de análises radioativas visando em alguns casos a datação radiocarbônica e efetuar a análise de isótopos estáveis para o estudo da dieta. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.