Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de cancro cítrico por imagem de fluorescência no campo

Resumo

Há alguns anos esta sendo desenvolvido um projeto em conjunto entre o Laboratório de Interações Atômicas da USP-São Carlos e o Fundecitrus. Seu objetivo é a caracterização espectroscópica de plantas com cancro cítrico, em comparação com tecidos sadios e também expressando outras doenças, de forma a identificar possíveis características espectroscópicas únicas de uma planta com cancro cítrico. Nossos últimos resultados mostraram que a técnica de espectroscopia de fluorescência puntiforme é muito sensível embora apresente baixa especificidade na detecção do cancro cítrico. Concluímos que isso era devido a imprecisões no posicionamento da ponta de prova da fibra óptica. Utilizando uma câmera de hiperespectro obtivemos imagens de fluorescências em vários comprimentos de onda distintos, o que nos permitiu obter evidências de discriminação de diferentes doenças inclusive.Para testar o potencial desta técnica planejamos realizar imagens de fluorescência utilizando um sistema portátil envolvendo filtros ópticos diretamente no campo. Isto nos permitirá determinar a viabilidade de sua aplicação no campo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
A luta contra o dragão amarelo 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)