Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre a expressão das proteínas calicreína (hK7) e superóxido desmutase 2 (SOD2) com os tipos de papilomavírus humano (HPV), tipo histológico e severidade da neoplasia cervical

Resumo

Biomarcadores preditivos de severidade de lesão podem ser úteis no monitoramento da resposta ao tratamento e na detecção precoce da neoplasia do colo do útero persistente ou recorrente. Expressões diferenciais dos transcritos de calicreína (hK7) e superóxido desmutase (SOD2) foram observadas em linhagens celulares imortalizadas pelos HPV16 e HPV 18. Há indicações de que os níveis destas proteínas aumentam com a severidade da lesão, contudo, ainda não há informações sobre a relação com tipos específicos de HPV. O objetivo deste estudo é analisar a correlação entre a expressão das proteínas hK7 e SOD2 com os tipos de HPV, tipo histológicos e severidade da neoplasia do colo do útero. Este estudo do tipo caso-controle será constituído por dois grupos de casos. O primeiro grupo corresponde a mulheres com diagnósticos histopatológicos de neoplasias escamosas e o segundo grupo corresponde a mulheres portadoras de adenocarcinomas invasores e lesões precursoras. O terceiro grupo, composto por mulheres com diagnóstico histopatológico não neoplásico, incluindo cérvices normais e cervicites, será considerado o controle. A expressão protéica será pesquisada através de reações imunoistoquímicas. A magnitude da associação entre duas variáveis categóricas será obtida através do cálculo do odds ratio (OR), com intervalo de confiança de 95% (IC 95%). Modelos de regressão logística serão utilizados para análise multivariada. (AU)