Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação das populações de leucócitos presentes no conteúdo vaginal de mulheres com e sem vulvovaginites

Processo: 08/09853-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2009 - 30 de junho de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Paulo César Giraldo
Beneficiário:Paulo César Giraldo
Instituição-sede: Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM). Hospital da Mulher Professor Doutor José Aristodemo Pinotti. Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):10/05767-0 - Quantificação das populações de leucócitos presentes no conteúdo vaginal de mulheres com e sem vulvovaginites, BP.TT
09/07625-0 - Quantificação das populações de leucócitos presentes na cavidade vaginal de mulheres com e sem vulvovaginites, BP.TT
Assunto(s):Ginecologia  Vulvovaginite  Formação de anticorpos  Vaginose bacteriana  Candidíase  Leucócitos 

Resumo

INTRODUÇÃO: Os mecanismos de defesa das mucosas em geral e em especial o da vagina têm se revestido de especial interesse no entendimento da fisiopatogênese das infecções genitais femininas. Vários estudos têm sido feitos para indicar formas de esclarecer os mecanismos de defesa e também de facilitar o diagnóstico. Porém, não foram identificados estudos que estabeleçam uma correlação clara sobre as populações de leucócitos responsáveis pela proteção do epitélio vaginal em mulheres com e sem vulvovaginites. OBJETIVO: Identificar e quantificar por citometria de fluxo as células de defesa (neutrófilos, eosinófilos, basófilos, macrófagos, células de Langerhans, linfócitos - NK, B, T) presentes no conteúdo vaginal de mulheres com e sem vulvovaginites. SUJEITOS E MÉTODO: Serão estudadas 132 mulheres divididas em três grupos: 44 com candidíase vaginal, 44 com vaginose bacteriana e outras 44 sem vulvovaginite infecciosa. A presença ou ausência de vulvovaginite será determinada através da correlação entre os achados do exame ginecológico, medida de pH vaginal, teste das aminas, exame bacterioscópico a fresco e corado pelo Gram do conteúdo vaginal e cultura para fungo. Será colhido um lavado da cavidade vaginal instilando-se 5 ml de PBS o qual será aspirado para posterior avaliação das células de defesa por citometria de fluxo. PROCESSAMENTO E ANÁLISE DOS DADOS: O software utilizado para análise será o SAS versão 9.02. Na análise dos dados serão calculados, média, desvio-padrão, mediana e percentis. Serão utilizados os testes de qui-quadrado e ANOVA seguida do teste de Tukey caso necessário. O nível de significância será assumido em 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BEGHINI, JOZIANI; GIRALDO, PAULO C.; RIBOLDI, RUTH; AMARAL, ROSE L. G.; ELEUTERIO, JR., JOSE; WITKIN, STEVEN S.; GUIMARAES, FERNANDO. Altered CD16 expression on vaginal neutrophils from women with vaginitis. EUROPEAN JOURNAL OF OBSTETRICS & GYNECOLOGY AND REPRODUCTIVE BIOLOGY, v. 167, n. 1, p. 96-99, MAR 2013. Citações Web of Science: 3.
GIRALDO, PAULO CESAR; JUNQUEIRA DE CARVALHO, JOZIANI BEGHINI; GOMES DO AMARAL, ROSE LUCE; DA SILVEIRA GONCALVES, ANA KATHERINE; ELEUTERIO, JR., JOSE; GUIMARAES, FERNANDO. Identification of Immune Cells by Flow Cytometry in Vaginal Lavages from Women with Vulvovaginitis and Normal Microflora. American Journal of Reproductive Immunology, v. 67, n. 3, p. 198-205, MAR 2012. Citações Web of Science: 16.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.