Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação tecidual, saliva e soro plasmático da presença do papilomavírus humano (HPV) em pacientes normais e portadores de carcinoma epidermóide oral

Processo: 10/00026-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de janeiro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Glauco Issamu Miyahara
Beneficiário:Glauco Issamu Miyahara
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Saliva  Papillomavirus  Neoplasias bucais  Carcinoma de células escamosas  Biópsia  Plasma (líquidos corporais) 

Resumo

No Brasil, a estimativa de incidência de câncer da cavidade oral para 2010, é de 10.330 novos casos entre homens e 3.790 entre as mulheres (INCA, 2009). O carcinoma epidermóide (CEC) corresponde a aproximadamente 90% de todas as neoplasias orais (Luo et al., 2007). O papilomavirus humano (HPV) tem sido relacionado com a etiologia dos carcinomas epidermóides de cabeça e pescoço, em análise de tecidos cerca de 60% destes carcinomas podem ser HPV positivos (Kreimer et al., 2005). O HPV também tem sido detectado no soro e plasma de pacientes com carcinoma cervical com taxas que variam de 7 a 45% (Ho et al., 2005). Na região de cabeça e pescoço o HPV foi detectado em 45,6% dos pacientes portadores de carcinoma através da análise de secreção salivar (Zhao et al., 2005).O objetivo deste trabalho é detectar a presença do HPV em material genético obtidos de biópsias, swabs orais, saliva e sangue de pacientes portadores de carcinoma epidermóide oral e controles. Será feita uma análise do material genético de 40 pacientes com diagnóstico de CEC e 30 pacientes controle sem carcinoma. A extração do DNA de todos os espécimes será realizada utilizando o método do fenol-clorofórmio. O DNA isolado será submetido a PCR para beta-globina para confirmar a presença e integridade do DNA, em seguida, serão realizadas novas reações para detecção do DNA do HPV. Os resultados serão submetidos a análises estatísticas para detectar a concordância da detecção do DNA viral nos diversos materiais genéticos analisados. (AU)