Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da resposta tecidual aos cimentos endodônticos: MTA Obtura®, Endo-CPM-Sealer® e Sealapex®

Resumo

A obturação de canais radiculares compreende o preenchimento completo do espaço criado com a remoção da polpa e preparo biomecânico, com materiais de propriedades físicas e biológicas apropriados, proporcionando condições para que ocorra a reparação. Novos materiais são constantemente lançados no mercado e necessitam ser adequadamente analisados. O objetivo deste estudo será avaliar a resposta tecidual frente ao implante de tubos de polietileno preenchidos pelos cimentos MTA Obtura®, Endo-CPM-Sealer® e Sealapex® em tecido subcutâneo de ratos. Serão utilizados 30 ratos, os quais receberão individualmente três implantes de tubos de polietileno contendo os cimentos a serem testados e mais um tubo vazio como controle. Os períodos de avaliação serão de 7, 15, 30, 60 e 90 dias. Após cada período pós-operatório, seis animais serão sacrificados e os tubos de polietileno juntamente com o tecido que o circunda serão removidos, fixados e processados para análise em microscopia de luz, com inclusão em glicol metacrilato, cortes seriados de 3mm e coloração por HE e cortes seriados de 10mm e coloração por Von Kossa e sem coloração para análise sob luz polarizada. O critério de avaliação será de 0: nenhuma ou poucas células e nenhuma reação; 1: menos de 25 células e reação leve; 2: entre 25 e 125 células e reação moderada; 3: 125 ou mais células e severa reação. Cápsula fibrosa será considerada fina quando < 150µm e espessa quando > 150µm. Necrose e formação de calcificação serão registradas como presente ou ausente. Os dados obtidos serão analisados pelo teste Kruskal Wallis. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)