Busca avançada
Ano de início
Entree

Índice bispectral, hemogasometria e efeitos cardiorrespiratórios da infusão contínua de lidocaína em bezerros anestesiados pelo isofluorano e mantidos sob ventilação controlada

Processo: 09/08879-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Paulo Sergio Patto dos Santos
Beneficiário:Paulo Sergio Patto dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Anestesiologia veterinária  Anestesia local  Lidocaína  Isoflurano  Bovinos 

Resumo

O estudo tem por objetivo avaliar o índice biespectral (BIS) e os efeitos hemogasométricos e cardiorrespiratórios decorrentes da infusão contínua de lidocaína em bovinos anestesiados com isofluorano. Serão utilizados oito bezerros machos, com idade média de seis meses, aleatoriamente distribuídos em dois grupos experimentais, grupo lidocaína (GL) e grupo controle (GC), respeitando-se um intervalo mínimo de dez dias entre cada procedimento. Os animais receberão xilazina (0,07mg/kg IM) como MPA e 15 minutos após, quetamina (1,5mg/kg IV) associada ao midazolam (0,05mg/kg IV) como agentes indutores. Imediatamente após, serão posicionados em decúbito dorsal, intubados e submetidos à anestesia pelo isofluorano (1,3 CAM) sob ventilação controlada. Após 20 minutos, o animais do grupo GL receberão um bolus de 2,0 mg/kg de lidocaína seguido da infusão continua de 100 ¼g/kg/min e no GC a lidocaína será substituída por solução de cloreto de sódio 0,9%. As observações das variáveis FC, PAS, PAD, PAM, f, ETCO2, SpO2, PaO2, PAO2, PaCO2, SaO2, HCO3, DB, pHa, T0C e BIS, em ambos os grupos, terão início imediatamente antes da MPA (MB), 15 minutos após a MPA (MX), antes da administração da infusão dos fármacos (M20) e 20 minutos após o início da infusão (M40). As demais colheitas serão realizadas em intervalos de 20 minutos por um período de 60 minutos (M60, M80 e M100). Já a colheita de amostra para a dosagem da lidocaína plasmática no GL será iniciada partir de M40. Adicionalmente, será avaliado o período de tempo para a adoção de decúbito esternal e quadrupedal após o término da anestesia. Os dados numéricos serão submetidos a analise de variância (ANOVA) seguida pelo teste de Bonferroni, (p<0.05). e na avaliação do período de recuperação será empregado o teste t de Student (p<0.05). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ARAUJO, MARCELO A.; DIAS, BIANCA P.; BOVINO, FERNANDA; DESCHK, MAURICIO; ABIMUSSI, CAIO J. X.; OLIVA, VALERIA N. L. S.; RODRIGUES, CELSO A.; SANTOS, PAULO S. P. Cardiovascular effects of a continuous rate infusion of lidocaine in calves anesthetized with xylazine, midazolam, ketamine and isoflurane. VETERINARY ANAESTHESIA AND ANALGESIA, v. 41, n. 2, p. 145-152, MAR 2014. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.