Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito de materiais utilizados como selantes de fóssulas e fissuras no biofilme dental formado in situ

Processo: 08/06576-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2008 - 31 de outubro de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontopediatria
Pesquisador responsável:Denise Pedrini
Beneficiário:Denise Pedrini
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Flúor  Materiais dentários  Biofilmes  Selantes de fossas e fissuras  Cárie dentária 

Resumo

O acúmulo do biofilme dental nas superfícies dentárias é um importante fator no desenvolvimento da cárie e outras doenças bucais. Está estabelecido que diferentes tipos de materiais liberam diversas substâncias, as quais exercem uma ação antibacteriana contra os microrganismos bucais quer seja in vitro ou in vivo. A composição inorgânica do biofilme é relevante para a cárie dentária, pois as reservas de flúor, cálcio e fósforo inorgânico contribuem para a supersaturação do fluido do biofilme em relação ao esmalte dentário quando ocorrem decréscimos de pH devido a fermentação dos carboidratos. Além disso, a concentração inorgânica no biofilme apresenta uma relação inversamente proporcional ao desenvolvimento de cárie. Diante disso, seria importante verificar se selantes de fóssulas e fissuras teriam uma ação significante sobre o biofilme dental que poderiam influenciar os efeitos bacterianos no esmalte dentário. Portanto, o objetivo deste estudo será verificar o efeito de materiais utilizados como selantes de fóssulas e fissuras na acidogenicidade, nas concentrações de flúor, cálcio, fósforo e carboidratos álcali-solúveis e na microbiota do biofilme dental formado in situ. Este estudo envolverá experimento in situ duplo cego cruzado utilizando 3 selantes de fóssulas e fissuras (Fuji IX GP, AuraLay XF e Aegis) e um grupo controle (bloco de esmalte). Participarão deste estudo dez voluntários (adultos jovens) que utilizarão dispositivos palatinos contendo 4 corpos-de-prova de materiais ou blocos de esmalte fixados em slots para acúmulo de biofilme dental. Serão estabelecidos 4 períodos experimentais com a duração de 8 dias com intervalo de descanso de 7 dias entre eles. Dez dias antes do início da fase experimental os voluntários utilizarão dentifrício não fluoretado e receberão instruções sobre higiene bucal. Entre os períodos experimentais, os voluntários continuarão utilizando dentifrício não fluoretado. Em cada fase dos períodos experimentais, os voluntários dispensarão duas gotas, 6 vezes ao dia, de solução de sacarose a 20% sobre cada corpo-de-prova e no grupo controle. A verificação da acidogenicidade do biofilme dental formado em 2 pontos (mesial e distal) dos slots do dispositivo que contêm os corpos-de-prova ou os blocos de esmalte será avaliada no 7° dia. Após a determinação do pH inicial, será dispensada uma gota de solução de sacarose a 20% em cada corpo-de-prova e no grupo controle. Novas medidas de pH serão realizadas após 5, 15 e 30 minutos para o cálculo da alteração do pH (variação do pH). No 8º dia será realizada a coleta do biofilme dental para análise da microbiota por meio do isolamento de microrganismos anaeróbios totais, estreptococos totais e estreptococos do grupo mutans. Também será determinada a concentração de flúor, cálcio, fósforo e carboidratos álcali-solúveis do biofilme dental. Os resultados serão analisados estatisticamente considerando como fator de variação os materiais e as variáveis: variação do pH, as concentrações de flúor, cálcio, fósforo e carboidratos álcali-solúveis e a microbiota. As variáveis serão submetidas ao teste de normalidade e homogeneidade e a seguir, será aplicada análise estatística mais adequada. Posteriormente, será realizado um teste de significância ao nível de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, LILIAN; PEDRINI, DENISE; OKAMOTO, ANA CLAUDIA; JARDIM JUNIOR, ELERSON GAETTI; HENRIQUES, TASSIA ARAUJO; CANNON, MARK; BOTAZZO DELBEM, ALBERTO CARLOS. Biochemical and microbiological characteristics of in situ biofilm formed on materials containing fluoride or amorphous calcium phosphate. AMERICAN JOURNAL OF DENTISTRY, v. 26, n. 4, p. 207-213, AUG 2013. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.