Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos citotoxicos de endotoxinas em culturas de macrofagos - analise da liberacao de metaloproteinases da matriz induzida por lps de e. coli (in vitro) e analise da liberacao de citocinas induzida por lps..

Processo: 08/55780-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2009 - 30 de abril de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Antonio Olavo Cardoso Jorge
Beneficiário:Antonio Olavo Cardoso Jorge
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Endotoxinas  Citocinas  Metaloproteinases da matriz  ELISA  Macrófagos 

Resumo

Endotoxinas (LPS) presentes nos canais radiculares infectados estimulam macrófagos a liberar diferentes citocinas, as quais podem modular a subseqüente produção de metaloproteinases da matriz (MMP) induzindo reabsorção óssea periapical. Este trabalho será dividido em 2 etapas. A Ia etapa (in vitro) tem como objetivo avaliar a capacidade de diferentes concentrações de endotoxinas induzir a secreção de MMP-1, MMP-3 e MMP-8 em macrófagos humanos, em variados períodos de tempo e verificar o envolvimento de diferentes citocinas neste processo. Os objetivos da 2a etapa serão: a) avaliar in vivo as quantidades de endotoxinas em canais radiculares com polpa necrosada, antes da realização do tratamento endodôntico; b) avaliar os efeitos do preparo biomecânico utilizando diferentes associações de agentes irrigantes sobre endotoxinas; c) avaliar a ação da medicação intracanal sobre endotoxinas em canais radiculares; d) avaliar, durante todo o tratamento endodôntico, a produção de citocinas por macrófagos in vitro estimulados pelas amostras coletadas dos canais. Para Ia etapa, macrófagos humanos serão ativados com diferentes concentrações de endotoxinas e a produção de MMP-1, MMP-3 e MMP-8 será avaliada em três períodos de tempo (24, 48 e 72 horas) por ensaios imunoenzímáticos (ELISA). Após, será avaliado o envolvimento de citocinas (IL-1α, IL-1ß e TNF-α) na produção de MMP, utilizando anticorpos específicos anti-IL-1α, anti-IL-1ß e anti-TNF-α na cultura celular ativada por LPS. Para 2ª etapa, serão selecionados 36 dentes, de diferentes pacientes, com necrose pulpar e lesão periapical. Após isolamento absoluto, anti-sepsia e acesso ao canal radicular, será realizada a primeira coleta. Os terços cervical e médio serão preparados com instrumentos oscilatórios utilizando clorexidina gel 2%. Para o preparo manual do terço apical, de acordo com associação de agente irrigante, os canais serão divididos em 3 grupos (n=12): G1) clorexidina gel 2% + polimixina B; G2) clorexidina gel 2% + hidróxido de cálcio (0,14%); G3) clorexidina gel 2% (controle). Após instrumentação, será realizada a segunda coleta. Os canais serão inundados com EDTA e, após irrigação, será realizada a terceira coleta. Todos os canais receberão como medicação intracanal pasta de clorexidina gel 2% + hidróxido de cálcio P.A. por 14 dias. Após, os canais serão irrigados e será realizada a quarta coleta. Para todas as coletas será realizada quantificação de endotoxinas pelo teste cinético cromogênico do lisado de amebócitos de Limulus e avaliação dos efeitos citotóxicos pela produção de citocinas (IL-ß, TNF-α) em cultura de macrófagos. Todos resultados serão analisados estatisticamente (ANOVA e teste de Tukey, 5%). (AU)