Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da adequação nutricional na terceira idade

Processo: 08/10261-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Pesquisador responsável:José Eduardo Corrente
Beneficiário:José Eduardo Corrente
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Idosos  Epidemiologia nutricional 

Resumo

As pesquisas de consumo alimentar constituem instrumentos eficazes e de baixo custo, que permitem a obtenção de informações sobre as características da ingestão dietética de grande parte da população e podem ser realizadas por meio de inquéritos dietéticos, que determinam, de forma indireta, o estado nutricional de grupos ou indivíduos. Estas têm, dentre seus objetivos, determinarem os alimentos que constituem a dieta de um indivíduo ou de um grupo, fornecendo elementos elucidativos em relação à associação entre dieta e saúde, particularmente no que se refere à determinação dos diversos agravos nutricionais. Apresentam também como vantagem, a possibilidade de mensuração do consumo de alimentos, o que proporciona condições para inferir, com maior precisão, a quantidade de alimentos efetivamente consumida por famílias ou mesmo indivíduos. Alguns autores ressaltam a importância de conhecer a prática alimentar da população a ser estudada, antes da formulação e implementação de qualquer programa de intervenção nutricional, para avaliação adequada do impacto da medida implementada. A nutrição e a alimentação na terceira idade ainda são áreas pobres em investigação, sendo pouco exploradas e não tendo recebido a atenção que lhes é devida. Em alguns países desenvolvidos, muitas pesquisas têm sido feitas, visando a identificar o consumo alimentar de idosos, mas no Brasil, existem poucos estudos a esse respeito. A determinação do diagnóstico nutricional e a identificação dos fatores que contribuem para tal diagnóstico no indivíduo idoso são, portanto, processos fundamentais no intuito de criar alternativas de intervenção e propor ações e políticas na área da saúde, buscando atender às demandas da população que envelhece. Nesse contexto, a antropometria, que é um método não-invasivo relativamente simples, de execução rápida e com baixo custo, permite também a identificação de distúrbios nutricionais em idosos. Assim, o objetivo do presente trabalho é fazer um levantamento nutricional dos idosos da cidade de Botucatu, SP, avaliando a adequação do consumo de macros e micronutrientes e realizando a avaliação do estado nutricional juntamente com aspectos antropométricos desses idosos. A metodologia para avaliar a adequação de consumo constará da aplicação de três recordatórios 24 horas a uma amostra representativa de idosos do município de Botucatu, SP em três dias diferentes, incluindo um dia no final de semana. Os dados de macro e micro nutrientes serão calculados através do programa Nutwin e a análise da adequação será feita utilizando o programa PC_Side (Software for Intake Distribution Estimation), v1.0. Para avaliar o estado nutricional dos idosos serão examinadas as seguintes variáveis antropométricas: peso, estatura ou altura do joelho, dobra cutânea tricipital (DCT), perímetro do braço (PB), circunferência muscular do braço (CMB), área muscular do braço corrigida (AMBc) e circunferência abdominal (CA). Serão também coletadas informações sócio-demográficas desses idosos e informações sobre dentição e deglutição. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FUMES-GHANTOUS, GIOVANA; FERRARI, SILVIA L. P.; CORRENTE, JOSE EDUARDO. Box-Cox t random intercept model for estimating usual nutrient intake distributions. Statistical Methods and Applications, v. 27, n. 4, p. 715-734, DEC 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.