Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeito modulador da silibinina sobre a produção de citocinas e atividade fungicida de monócitos humanos, infectados in vitro com Paracoccidioides brasiliensis

Processo: 08/08374-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Beneficiário:Maria Terezinha Serrão Peraçoli
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):09/00076-1 - Efeito modulador da silibinina sobre a produção de citocinas e atividade fungicida de monócitos humanos, infectados in vitro com Paracoccidioides Brasiliensis, BP.TT
Assunto(s):Paracoccidioidomicose  Paracoccidioides brasiliensis  Silimarina  Flavonoides  Citocinas  Antifúngicos 

Resumo

A silibinina é o componente mais ativo da silimarina (Silybum marianum) uma mistura de flavonóides polifenólicos que possui efeitos antiinflamatórios, citoprotetores, antifibróticos e anticarcinogênicos. O efeito modulatório da silibinina sobre a função de monócitos desafiados com Paracoccidioides brasiliensis ainda não foi demonstrada. O objetivo do presente trabalho é avaliar o efeito desse flavonóide sobre a expressão e produção de fator de necrose tumoral- alfa (TNF-alfa), interleucina-10 (IL-10), fator de crescimento e transformação beta (TGF-beta1), prostaglandina E2 (PGE2), fator de transcrição nuclear kappa B (NF-kappaB) e atividade fungicida de monócitos humanos, desafiados in vitro com a cepa virulenta de Paracoccidioides brasiliensis (Pb18). Monócitos de sangue periférico serão obtidos de indivíduos saudáveis, doadores do Banco de Sangue do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu, UNESP. As células serão incubadas a 37ºC, em atmosfera constante de 5% de CO2, na ausência ou presença de silibinina nas concentrações de 5 e 50 uM por 60 minutos e, a seguir, desafiadas com Pb18 na proporção monócito-fungo de 50:1 por 4h e 18h. O efeito da silibinina sobre os monócitos infectados será avaliado por: a) produção de citocinas pró e antiinflamatórias como TNF-alfa, IL-10, TGF- beta1 e de PGE2, utilizando a técnica de ELISA; b) expressão de TNF-alfa, IL-10, TGF-beta1 e NF-kB, determinada por citometria de fluxo em períodos a serem determinados e c) recuperação de fungos viáveis para avaliação da atividade fungicida. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BANNWART, CAMILA FERREIRA; NAKAIRA-TAKAHAGI, ERIKA; GOLIM, MARJORIE ASSIS; LOPES DE MEDEIROS, LEONARDO TEIXEIRA; ROMAO, MARIANA; WEEL, INGRID CRISTINA; SERRAO PERACOLI, MARIA TEREZINHA. Downregulation of nuclear factor-kappa B (NF-kappa B) pathway by silibinin in human monocytes challenged with Paracoccidioides brasiliensis. Life Sciences, v. 86, n. 23-24, p. 880-886, JUN 5 2010. Citações Web of Science: 17.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.