Busca avançada
Ano de início
Entree

Levantamento taxonômico e distribuição ecológica de Trentepohliales (Ulvophyceae, Chlorophyta) em diferentes biomas brasileiros

Resumo

Os membros da ordem Trentepohliales são estritamente terrestres, crescendo em solo, rochas, troncos, folhas, frutos, folhas e vários tipos de construções artificiais. A ordem consiste de uma única família, Trentepohliaceae, e o número de gêneros é ainda conflitante entre os autores, alguns considerando a família com cinco gêneros (Trentpohlia, Printzina, Phycopeltis, Cephaleuros e Stomatochroon) e outros com seis (incluindo Physolinum, além dos gêneros citados). Esse grupo de algas de verdes é o mais abundantes em ambientes terrestres e está entre os menos conhecidos e estudados, principalmente em regiões tropicais. Devido a sua morfologia relativamente simples, as Trentepohliales formam um grupo taxonomicamente difícil, e sua grande plasticidade morfológica está relacionada a fatores ambientais, tornando confusa a distinção de espécies e gêneros. O presente estudo pretende contribuir com o conhecimento taxonômico do grupo, através do levantamento florístico em cinco biomas brasileiros: Cerrado (Parque Nacional da Serra da Canastra e Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros) e Floresta Ombrófila Densa (Parque Estadual da Serra do Mar/Núcleo Picinguaba e Parque Nacional de Itatiaia), Floresta Ombrófila Mista (Parque Estadual de Campos do Jordão) e Restinga (Parque Estadual da Serra do Mar/Núcleo Picinguaba), além de fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual, presentes na região noroeste do estado de São Paulo. Objetiva-se, adicionalmente ao levantamento taxonômico, a ampliação geográfica do registro das espécies e caracterização ecológica do habitat onde se desenvolvem. O material a ser coletado será utilizado para detalhamento da taxonomia interna do grupo, com a aplicação de estudos moleculares, além dos morfológicos clássicos. Os crescimentos de Trentepohliales serão procurados visualmente ao longo da maior área possível no interior de cada bioma considerando-se a viabilidade de execução do trabalho e coletados qualitativamente em troncos, folhas e pedras. Nos locais de coleta serão também tomados dados físicos e químicos para a caracterização do micro-habitats das espécies. Este projeto conta com a participação de uma estudante de doutorado e de especialistas mundiais na taxonomia do grupo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEMES-DA-SILVA, NADIA M.; GAREY, MICHEL V.; BRANCO, LUIS H. Z. Floristic diversity, richness and distribution of Trentepohliales (Chlorophyta) in Neotropical ecosystems. BRAZILIAN JOURNAL OF BOTANY, v. 40, n. 4, p. 883-896, DEC 2017. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.