Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos mecanismos de inibição da infecção pelo vírus HCV

Processo: 09/14256-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2010 - 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Paula Rahal
Beneficiário:Paula Rahal
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Virologia  Hepatite C  Hepacivirus  Proteínas quinases S6 ribossômicas 70-kDa  Neoplasias  Sistema digestório  Carcinoma hepatocelular 

Resumo

O vírus da Hepatite C (HCV) é o principal agente causador das Hepatites Não-A e Não-B. A estimativa global da prevalência da infecção pelo HCV é de 2,2%, correspondendo a 130 milhões de pessoas HCV positivas no mundo. Em virtude do tratamento atualmente disponível para a Hepatite C não apresentar resultados para 40% a 50% dos pacientes do genótipo 1 e para 30% dos pacientes com genótipo 2 ou 3 e também apresentar afeitos colaterais pouco toleráveis, há a necessidade imediata de se buscar novas drogas anti-HCV mais efetivas. A serino-protease NS3/4A e a RNA polimerase RNA dependente NS5B são consideradas os alvos mais atrativos para o desenvolvimento de drogas anti-virais. O sucesso com os inibidores de protease e polimerase do vírus HIV sugere que as proteínas NS3/4A e a NS5A do vírus HCV podem ser um excelente alvo para o desenvolvimento de novas drogas. O presente projeto visa avaliar possíveis formas de inibição da infecção pelo vírus HCV por meio do estudo das proteínas NS3 e NS5A e outras regiões virais. Assim, temos por objetivos: (I) avaliar a atividade funcional de formas variantes da proteína NS3; (II) desenvolver moléculas de siRNAs para diferentes regiões conservadas do genoma viral; (III) avaliar o papel da proteína NS5A na ativação do proto-oncogene ²-catenina no carcinoma hepatocelular. Com isso, entendemos que este projeto é de fundamental importância para a contribuição ao conhecimento sobre a atividade enzimática das proteínas envolvidas na replicação viral, assim como para o conhecimento sobre a interação entre proteínas virais e do hospedeiro no desenvolvimento do hepatocarcinoma. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.