Busca avançada
Ano de início
Entree

Síntese de materiais fotossensíveis via processo sol-gel e sua caracterização

Processo: 08/02552-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2008 - 30 de junho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Dario Antonio Donatti
Beneficiário:Dario Antonio Donatti
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Xerogel  Processo sol-gel  Materiais híbridos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:fotocrômico | fotorrefrativo | ormosil | sol gel | termocrômico | xerogeis | Novos Materiais

Resumo

O domínio da tecnologia Sol-Gel tem permitido incorporar um grande número de componentes orgânicos e inorgânicos a uma mesma matriz, tornando-as híbridas. Esses novos materiais híbridos estão sendo explorados por diversos Institutos de Pesquisas e Indústrias, pois apresentam propriedades ópticas com possíveis aplicações na área de fotônica e na óptica não linear. Resultados recentes obtidos em nosso laboratório identificaram que nossas amostras (Xerogéis e Aerogéis) apresentam estrutura de nanoporos, cuja dimensão e número podem ser controlados pela adição de polímeros, viabilizando possíveis aplicações na área de biosensores monitorados opticamente. Já caracterizações ópticas de Filmes Finos de Sílica, híbrido com o polímero PMMA (Polymethylmetacrylate), preparados em nosso Laboratório, a partir da hidrólise ácida do TEOS (Tetraethoxysilane) dopado com o azobenzeno Disperse Red 1 (DR1) apresentou propriedades fotocrômicas e fotorefrativas reversíveis. Em todos os casos, as amostras preparadas com materiais híbridos apresentaram vantagens quanto à eficiência dos efeitos ópticos observados, quanto ao controle da nanoporosidade, bem como no processamento de filmes finos aderentes homogêneos sem fraturas ou trincas.De posse desses resultados, nosso projeto resume-se em:1) Preparar Materiais Híbridos de Sílica com Polímeros, ou melhor, Silicatos Organicamente Modificados (ORMOSIL) sob forma de Xerogéis, Aerogéis e Filmes Finos. 2) Realizar caracterizações ópticas observando e quantificando propriedades fotossensíveis tais como efeitos fotocrômico e fotorefrativo.3) Realizar caracterizações estruturais relativas principalmente ao controle da nanoporosidade.4) Melhorar a resolução e a relação sinal/ruído de nosso Elipsômetro, permitindo que o equipamento possa ser utilizado para medidas de espessura de filmes finos. Esclareço que tal equipamento foi construído em nossas oficinas e é motivo de dissertação de mestrado do aluno Fábio Rodrigues Gatto, com defesa prevista para maio 2008. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)