Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização hidrogeoquímica dos sistemas aquíferos no município de Bauru

Processo: 08/50919-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2008 - 31 de julho de 2010
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Chang Hung Kiang
Beneficiário:Chang Hung Kiang
Instituição-sede: Instituto de Geociências e Ciências Exatas (IGCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Assunto(s):Hidrogeoquímica  Hidrogeologia  Bacia do Paraná 

Resumo

A crescente contaminação dos mananciais superficiais, associada ao custo oneroso gerado na recuperação e tratamento destas águas, tem tomado cada vez mais importante o uso das águas subterrâneas no abastecimento público. A gestão deste recurso hídrico inclui o adequado planejamento para sua exploração e uso racional, tomando necessário o conhecimento das características físico-químicas da água e do arcabouço do aqüífero. Localizado no Planalto Ocidental sobre os sedimentos cretáceos da Formação Adamantina, que está sobreposta às formações Serra Geral (Cretáceo Inferior), Pirambóia e Botucatu (Triássico a Jurássico), o município de Bauru dista 352 km da capital de São Paulo, e 58% da água aí consumida provém dos sistemas aqüíferos Bauru (Formação Adamantina) e Guarani (Formações Pirambóia e Botucatu). O trabalho proposto tem como objetivo a elaboração de um modelo conceitual hidrogeoquímico dos aqüíferos que ocorrem na área urbana do Município de Bauru, com a identificação dos processos geoquímicos e contribuições (alterações) antrópicas que controlam as características químicas das águas subterrâneas. Para isso, será realizada a integração dos resultados já obtidos em trabalhos divulgados na literatura, envolvendo o arcabouço geológico da área e dos resultados das análises químicas e físico-químicas, isotópicas e mineralógicas que serão realizadas durante esta pesquisa. Para o tratamento dos dados hidroquímicos serão utilizados métodos gráficos e estatísticos, com auxílio dos softwares Rockworks® e STATISTICA, e cálculo de especiação e modelagem geoquímica, utilizando PHREEQC. (AU)