Busca avançada
Ano de início
Entree

Memória ferroviária (1869-1971)

Processo: 09/53058-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Eduardo Romero de Oliveira
Beneficiário:Eduardo Romero de Oliveira
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rosana. Rosana , SP, Brasil
Assunto(s):Patrimônio histórico  Ferrovias  Documentação  São Paulo 

Resumo

O objetivo geral é efetuar um levantamento da documentação de ferrovias e inventário de conjuntos de patrimônio industrial no interior do estado São Paulo, entre 1868 e 1971. Nosso estudo se focará nas principais ferrovias que operaram no interior do Estado de São Paulo, de meados do século XIX ao século XX: Companhia Paulista de Estradas de Ferro, Estrada de Ferro Sorocabana, Estrada de Ferro Araraquara e Companhia Mogiana, Estrada de Ferro São Paulo-Minas e Noroeste do Brasil. De maneira mais específica, o projeto visa o levantamento das fontes documentais referentes às empresas ferroviárias paulistas, depositadas em diferentes acervos públicos; o inventário e mapeamento do patrimônio industrial em determinados conjuntos ferroviários pelo estado; a implantação de bases de dados eletrônicas sobre as fontes levantadas e patrimônio mapeados; identificação e análise dos conhecimentos científicos e tecnológicos no período estudado e que estejam associados à implantação e funcionamento da atividade ferroviária. Pretende-se realizar a pesquisa em função de três eixos temáticos principais: memória e patrimônio industrial; tecnologia e território; tecnologia e cultura. Em termos metodológicos, uma primeira parte envolve o levantamento documental pela equipe de pesquisadores com uso de instrumentos de catalogação, com auxílio do CEDEM e CEDAP; além da realização de inventário de bens ferroviários segundo modelos pré-estabelecidos anteriores. Uma segunda parte refere-se à produção de bancos de dados e digitalização de um conjunto pré-selecionado de material documental, objetos e edificações, que serão reunidos em ambiente virtual. A terceira parte refere-se a considerar os dados e materiais reunidos no levantamento, inventário e pesquisa bibliográfica, numa análise sobre as noções de território, tecnologia e patrimônio industrial. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
História urbana paulista 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.