Busca avançada
Ano de início
Entree

Soro amilóide A e adiponectina: caracterização no câncer de mama na pós-menopausa e relação com obesidade

Processo: 09/17084-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2010 - 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Sílvia de Barros Mazon
Beneficiário:Sílvia de Barros Mazon
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):11/12503-1 - Investigação da expressão de adiponectina e soro amilóide a (SAA) no tecido adiposo mamário de portadoras de câncer de mama pela técnica de tissue microarray, BP.TT
Assunto(s):Neoplasias mamárias  Obesidade  Resposta inflamatória  Adiponectina 

Resumo

A obesidade tem se mostrado responsável pelo aumento de 30 a 50% na taxa de acometimento de câncer de mama em mulheres na pós-menopausa. Por outro lado, as adipocinas soro amiloíde A (SAA) e adiponectina, secretadas pelo tecido adiposo, apresentam, respectivamente, associação positiva e negativa com a obesidade. Adicionalmente, muitos estudos voltados para a instalação e progressão do câncer de mama na pós-menopausa destacam a importância das adipocinas secretadas pelo tecido adiposo nestes processos. Objetivos: explorar a associação das adipocinas - soro amilóide A (SAA) e adiponectina - com o prognóstico do câncer de mama. Sujeitos e Métodos: Serão comparados os níveis plasmáticos e a expressão tecidual protéica de SAA e adiponectina entre dois grupos de portadoras de câncer de mama em fase pós-menopausa: grupo de eutróficas, com ausência de gordura abdominal e grupo com sobrepeso ou obesidade, com presença de gordura abdominal. Para comparações dos resultados entre os grupos serão utilizados os testes Qui-quadrado, exato de Fisher ou Mann-Whitney. As variáveis independentes e contínuas serão submetidas à análise de covariância (ANCOVA), com ajuste das variáveis de controle. As análises de correlação serão realizadas pelos testes de Spearman ou Pearson e a hipótese de que a elevação da SAA e a diminuição da adiponectina são fatores associados ao pior prognóstico do câncer de mama em mulheres obesas na pré-menopausa será testada em modelo de regressão logística. Todas as análises serão realizadas pelo programa SAS, versão 9.1 e serão considerados significantes valores de p < 0,05. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANTANA, ALINE BARROS; COSTA GURGEL, MARIA SALETE; DE OLIVEIRA MONTANARI, JOELMA FERREIRA; BONINI, FLAVIA MURARO; DE BARROS-MAZON, SILVIA. Serum Amyloid A Is Associated with Obesity and Estrogen Receptor-Negative Tumors in Postmenopausal Women with Breast Cancer. CANCER EPIDEMIOLOGY BIOMARKERS & PREVENTION, v. 22, n. 2, p. 270-274, FEB 2013. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.