Busca avançada
Ano de início
Entree

Valor prognostico de achados clinicopatologicos e varias medidas de extensao tumoral em biopsias prostaticas de agulha. estudo com analises uni e multivariada

Processo: 09/52699-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 30 de novembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Athanase Billis
Beneficiário:Athanase Billis
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Próstata  Prognóstico 

Resumo

Dados clinicopatológicos por ocasião da biópsia prostática de agulha têm valor preditivo para achados anatômicos no espécime cirúrgico de pacientes submetidos a prostatcectomía por câncer da próstata bem como para progressão bioquímica (PSA) pós-cirurgia. O PSA pré-operatório, a graduação histológica de Gleason e a avaliação da extensão tumoral na biópsia podem nortear o urologista na conduta terapêutica. Os trabalhos, entretanto, são muito divergentes quanto à variável ou modelo de associação de variáveis mais forte de predição. Há várias maneiras de se avaliar a extensão tumoral na biópsia. Os trabalhos também são discordantes quanto à maneira de avaliação da extensão com maior poder preditivo. Considerando-se as divergências de achados na literatura, o propósito deste trabalho é analisar quais os fatores ou modelos de associação de fatores clinicopatológicos na biópsia preditivos mais fortes de achados patológicos no espécime cirúrgico de pacientes submetidos a prostatectomia radical, bem como de progressão bioquímica (PSA) pós-cirurgia. (AU)