Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da proteção das alças intestinais fetais utilizando hidrogel (biomaterial) e óxido nítrico no modelo experimental de gastrosquise

Processo: 08/51487-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de maio de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Lourenço Sbragia Neto
Beneficiário:Lourenço Sbragia Neto
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Biomateriais 

Resumo

A Gastrosquise (G) é definida como a herniação das alças intestinais (em geral na parte lateral direita do umbigo) e como conseqüência, o intestino fetal entra em contato com o líquido amniótico e o neonato nasce com as vísceras abdominais expostas. Na fisiopatologia do defeito, o tempo de exposição das alças intestinais ao líquido amniótico é um dos fatores envolvidos no comprometimento das vísceras expostas e contribui para a maior morbidade e mortalidade da doença. O óxido nítrico (NO) tem papel importante na modulação da permeabilidade da mucosa e na motilidade de músculos lisos intestinais e pode ter aplicação biomédica se for incorporado em matrizes que atuem como veículo de liberação do NO. Os hidrogéis, como o N-isopropilacrilamida/ácido acrílico (PNIPAAm-co-AAc), podem ser estas matrizes, pois são de uso terapêutico, atóxicos e bons candidatos à sistemas de entrega de drogas, além de servir como capa para ferimentos e proteger contra à agressão química ou microbiana. Para isso, é necessário que o hidrogel se mantenha aderido à serosa quando aplicado sobre o intestino da G por meio da utilização de adesivos naturais, como o a fibrina. Na literatura há poucos relatos sobre o uso de materiais biossintéticos como protetores da superfície de um órgão ou tecido que tenham habilidade de doador NO e que potencialmente poderiam proteger as alças intestinais da G quando em contato com o líquido amniótico intra-útero. Portanto, a utilização do hidrogel associado ao NO aplicado ao modelo de G experimental em ratas poderia trazer subsídios para a possível aplicação do tratamento pré-natal ou mesmo neonatal gerando produtos de utilização farmacológica comercial e contribuir para diminuir o custo e a morbi-mortalidade da doença. (AU)

Publicações científicas (6)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GONCALVES, FRANCES L. L.; BUENO, MARCIA P.; SCHMIDT, AUGUSTO F.; FIGUEIRA, REBECA L.; SBRAGIA, LOURENCO. Treatment of bowel in experimental gastroschisis with a nitric oxide donor. American Journal of Obstetrics and Gynecology, v. 212, n. 3 MAR 2015. Citações Web of Science: 4.
CAVALCANTE, MARCELO B.; DE LIMA, FRANCISCO J. B.; OKOBA, WILLY; OLIVEIRA-FILHO, FRANCISCO J.; SBRAGIA, LOURENCO; MAGALHAES, PEDRO J. C.; DE SOUZA, MARCELLUS H. L. P.; MELO-FILHO, ANTONIO A. Gastric contractility in experimental gastroschisis. JOURNAL OF PEDIATRIC SURGERY, v. 48, n. 2, p. 326-332, FEB 2013. Citações Web of Science: 1.
GONCALVES, F. L. L.; DE SOUZA, G. F. P.; SCHMIDT, A. F.; REGIS, A. C.; DE OLIVEIRA, M. G.; SBRAGIA, L. Evaluation of Nitric Oxide (NO) and Nitric Oxide Synthases (NOS) in the Amniotic Fluid in an Experimental Gastroschisis Rat Model. EUROPEAN JOURNAL OF PEDIATRIC SURGERY, v. 21, n. 6, p. 362-365, DEC 2011. Citações Web of Science: 3.
REGIS, ALINE CRISTINA; ROJAS-MOSCOSO, JULIO ALEJANDRO; LANHELLAS GONCALVES, FRANCES LILIAN; SCHMIDT, AUGUSTO FREDERICO; MONICA, FABIOLA ZAKIA; ANTUNES, EDSON; SBRAGIA, LOURENCO. The cholinergic response is increased in isolated ileum from gastroschisis rat model. PEDIATRIC SURGERY INTERNATIONAL, v. 27, n. 9, p. 1015-1019, SEP 2011. Citações Web of Science: 3.
LANHELLAS GONCALVES, FRANCES LILIAN; DA SILVA, REGIANE; SCHMIDT, AUGUSTO FREDERICO; DE OLIVEIRA, MARCELO GANZAROLLI; SBRAGIA, LOURENCO. Hydrogel protection: a novel approach to reduce bowel inflammation in experimental gastroschisis. EUROPEAN JOURNAL OF OBSTETRICS & GYNECOLOGY AND REPRODUCTIVE BIOLOGY, v. 148, n. 1, p. 35-39, JAN 2010. Citações Web of Science: 6.
BUENO, MARCIA PEREIRA; GUADAGNINI, DIOZE; LANHELLAS GONCALVES, FRANCES LILIAN; BARINI, RICARDO; ABDALLA SAAD, MARIO JOSE; SCHMIDT, AUGUSTO FREDERICO; SBRAGIA, LOURENCO. Assessment of the Expression of IR beta, IRS-1, IRS-2 and IGF-IR beta in a Rat Model of Intrauterine Growth Restriction. FETAL DIAGNOSIS AND THERAPY, v. 28, n. 3, p. 145-152, 2010. Citações Web of Science: 6.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.