Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de processo microfluídico para incorporação de DNA em nanoestruturas lipossomais catiônicas destinadas à terapia e vacinação gênica

Processo: 10/01954-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2010 - 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Química
Pesquisador responsável:Lucimara Gaziola de la Torre
Beneficiário:Lucimara Gaziola de la Torre
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriano Rodrigues Azzoni ; Tiago Albertini Balbino
Assunto(s):Nanotecnologia  Microfluídica  DNA  Lipossomos  Técnicas analíticas microfluídicas  Vacinas  Tuberculose 

Resumo

Este projeto visa ao desenvolvimento tecnológico de processo microfluídico para a obtenção de vetores não virais, baseados na complexação eletrostática entre lipossomas catiônicos e DNA destinados à terapia e vacinação gênica e comparação com o processo convencional "bulk". Este último processo, o qual utiliza tanque agitado ou sistema de vórtice, produz variações nos resultados biológicos, refletindo a dificuldade no controle do tamanho destas estruturas. Já o processo microfluídico, que utiliza dispositivos que processam pequenas quantidades de fluidos (10-9 a 10-18 litros), permite a complexação eletrostática em fluxo contínuo, com o controle das condições difusionais. Os lipossomas serão compostos dos lipídios funcionais: fosfatidilcolina natural de ovo (EPC), 1,2-dioleoil-sn-glicero-3-fosfoetanolamina (DOPE) e 1,2-dioleoil-3-trimetilamônio-propano (DOTAP) e será utilizado o DNA modelo pGL3-Control. Os complexos Lipossoma catiônico-DNA obtidos pelos processos microfluídico e "bulk" serão caracterizadas quanto a suas propriedades físico-químicas em termos de potencial zeta, morfologia, diâmetro médio hidrodinâmico, polidispersidade e distribuição de tamanhos. A avaliação biológica será realizada através de transfecções in vitro. A experiência prévia do grupo de pesquisa na área de lipossomas catiônicos focou o desenvolvimento de vacina de DNA contra a tuberculose (uma patente, um certificado de adição e 3 publicações) e o estudo do aumento de escala desta complexação eletrostática por processo "bulk" (Processo PIPE II FAPESP). Além disso, a produção dos lipossomas catiônicos "vazios", em processo microfluídico, está sendo desenvolvida através de projeto Jovem Pesquisados (Nanotecnologia/CNPq) e um mestrado em fase de finalização. Neste contexto, o projeto proposto contribuirá para o desenvolvimento de novos processos que viabilizem o desenvolvimento de produtos farmacêuticos que veiculam tanto DNA como também RNA destinados à terapia e vacinação gênica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.