Busca avançada
Ano de início
Entree

Preparação e caracterização de nanoestruturas multicamadas de biopolímeros pela técnica Layer-by-layer e incorporação de agentes para aplicações em bioengenharia

Processo: 09/16531-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2010 - 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Biomédica - Bioengenharia
Pesquisador responsável:Marisa Masumi Beppu
Beneficiário:Marisa Masumi Beppu
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Química (FEQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Biomateriais  Biopolímeros  Quitosana  Alginatos  Ácido hialurônico  Técnica de automontagem 

Resumo

O desenvolvimento de técnicas que possibilitem manipular a matéria em escala nanométrica tem papel de destaque no cenário técnico-científico atual. Uma dessas técnicas é a deposição Layer-by-Layer (LbL) que permite obter nanoestruturas multicamadas sofisticadas, de diversos tipos de materiais, através de uma rota simples. Duas variações da técnica são difundidas atualmente: a deposição das multicamadas em substrato por imersão alternada em soluções - técnica mais estudada hoje em dia - e um método novo e promissor, a produção das multicamadas por atomização de soluções em substrato. A partir da técnica LbL é possível recobrir e funcionalizar superfícies com filmes de espessura nanométrica e sua aplicação se estende pelas áreas de bioengenharia, engenharia de materiais e engenharia química. O presente projeto visa aplicar os dois métodos de produção de filmes Layer-by-Layer para se obter, funcionalizar e caracterizar nanoarquiteturas variadas (nanofilmes, nanotubos e nanobastões) utilizando-se biopolímeros e incorporando agentes bioativos, corantes e nanopartículas magnéticas. Os biopolímeros que serão utilizados para a formação das multicamadas incluem a quitosana, o ácido hialurônico e o alginato de sódio. Objetivamos modular a liberação de agentes bioativos e dos corantes, variando-se a conformação estrutural dos filmes e analisar a liberação desses compostos em fluido corpóreo simulado. As nanopartículas magnéticas serão incorporadas nas multicamadas para conferir funcionalidades adicionais às membranas. A partir do estudo contínuo e sistemático das variáveis, como pH, força iônica, tipo de biopolímero, entre outras, que afetam a arquitetura e as propriedades dos filmes, pretendemos contribuir para pesquisa sobre Layer-by-Layer na UNICAMP e no cenário nacional e internacional. (AU)