Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da qualidade de vida, níveis salivares de cortisol e alfa-amilase e atividade eletromiográfica dos músculos mastigatórios e sua associação com hábitos parafuncionais e nutritivos em crianças

Processo: 07/05760-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de janeiro de 2008 - 31 de dezembro de 2009
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Duarte Gavião
Beneficiário:Maria Beatriz Duarte Gavião
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Piracicaba (FOP). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fisiologia do sistema digestório  Biomarcadores  Enzimas  alfa-Amilases  Alexitimia  Eletromiografia 

Resumo

A utilização de marcadores salivares no estudo do estresse tem obtido crescente interesse em pesquisas da área biomédica e psicológica. A mensuração dos níveis de cortisol livre e, mais recentemente, da atividade da alfa-amilase salivar, demonstraram ser importantes marcadores biológicos no acesso à atividade endócrina em situações de estresse físico e psicossocial, agudo e crônico. A literatura sugere que o estresse e distúrbios emocionais podem desencadear, dentre outras reações, alterações nas funções que abrangem o sistema estomatognático e o surgimento de parafunções, tais como o bruxismo e a persistência de hábitos de sucção em crianças. Neste contexto, deve-se considerar também a saúde bucal da criança, devido ao grande número de desordens orais e orofaciais que podem acometê-la e que provavelmente comprometem o funcionamento de suas estruturas, seu bem-estar e sua qualidade de vida geral. Dessa forma, este pedido de auxílio à pesquisa relaciona-se à execução de três projetos de pesquisa simultâneos, bem como de outros que vierem a ser realizados na mesma linha de pesquisa. Primeiro projeto (Pós-Doutorado-Fapesp n.06/06338-0): avaliação de 150 crianças, com idade entre seis e oito anos, na fase de dentição mista, divididas em dois grupos de acordo com o gênero. Dentre elas serão verificadas: presença/ausência de hábitos parafuncionais (bruxismo, onicofagia, sucção digital, de lábios e chupeta), aleitamento natural e/ou artificial e maloclusão; escala de avaliação de qualidade de vida; variáveis corporais peso, altura e freqüência cardíaca; atividade elétrica dos músculos mastigatórios e força de mordida; níveis salivares de cortisol livre e alfa-amilase; objetivando determinar a relação entre a presença de parafunções do sistema estomatognático com fatores locais (dentários) e centrais (hormonais e psicológicos). Segundo projeto: o objetivo será avaliar 30 crianças saudáveis, com idade entre 84 e 95 meses (sete anos), de ambos os gêneros, com dentição mista hígida, que não tenham recebido tratamento odontológico invasivo restaurador ou cirúrgico prévio, nem possuam histórico de dor de origem dentária. Serão verificados os níveis salivares de cortisol livre e alfa-amilase 30 minutos após acordar (baseline) e antes e depois de realizada profilaxia de rotina, assim como as variáveis freqüência cardíaca, peso, altura e horas de sono noturno. Terceiro projeto: avaliação de 200 crianças, entre escolares da rede pública e freqüentadores da Clínica de Graduação da Faculdade de Odontologia de Piracicaba, com idade entre oito e doze anos, na fase de dentição mista. Serão verificadas as seguintes variáveis: 1- Dentárias: fluorose dentária, condição gengival, índices CPO-D e ceo-d, anormalidades dentofaciais; 2- Funcionais: sinais e sintomas de disfunção temporomandibular; 3- Psicológicas: percepção da qualidade de vida relacionada às condições bucais, por meio dos questionários CPQ8-10 e CPQ11-14; 4- níveis salivares de cortisol livre e alfa-amilase. Longitudinalmente, 40 crianças que tenham apresentado condições dentárias similares, mas que aparentemente difiram nas impressões destas condições, serão re-avaliadas e entrevistadas intraindividualmente. Assim, os resultados serão analisados por meio de análise estatística descritiva, teste de normalidade Shapiro-Wilks, teste de correlação de Pearson e Spearman, teste "t" de Student, regressão linear múltipla e logística; o nível de significância a ser considerado será de p0,05. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
KOBAYASHI, F. Y.; FURLAN, N. F.; BARBOSA, T. S.; CASTELO, P. M.; GAVIAO, M. B. D. Evaluation of masticatory performance and bite force in children with sleep bruxism. Journal of Oral Rehabilitation, v. 39, n. 10, p. 776-784, OCT 2012. Citações Web of Science: 9.
CASTELO, PAULA MIDORI; BARBOSA, TAIS DE SOUZA; PEREIRA, LUCIANO JOSE; AFFONSO FONSECA, FERNANDO LUIZ; DUARTE GAVIAO, MARIA BEATRIZ. Awakening salivary cortisol levels of children with sleep bruxism. CLINICAL BIOCHEMISTRY, v. 45, n. 9, p. 651-654, JUN 2012. Citações Web of Science: 8.
FURLAN, N. F.; GAVIAO, M. B. D.; BARBOSA, T. S.; NICOLAU, J.; CASTELO, P. M. Salivary Cortisol, Alpha-Amylase and Heart Rate Variation in Response to Dental Treatment in Children. Journal of Clinical Pediatric Dentistry, v. 37, n. 1, p. 83-87, FAL 2012. Citações Web of Science: 19.
CASTELO, PAULA M.; BARBOSA, TAIS S.; GAVIAO, MARIA BEATRIZ D. Quality of life evaluation of children with sleep bruxism. BMC ORAL HEALTH, v. 10, 2010. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.