Busca avançada
Ano de início
Entree

Salmonella enterica: variabilidade genética e origem do sorotipo 4,[5],12:i:- no Brasil e desenvolvimento de mutantes atenuados de S. enterica Enteritidis

Processo: 09/15956-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2010 - 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Marcelo Brocchi
Beneficiário:Marcelo Brocchi
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Microbiologia médica  Salmonella enterica  Variação genética  Sorotipagem 

Resumo

As sorovariedades de Salmonella enterica patogênicas causam, em mamíferos, infecções com diferentes graus de gravidade, desde gastroenterites localizadas até infecções sistêmicas graves, dependendo da sorovariedade bacteriana e do tipo de hospedeiro envolvido. Até o presente momento foram descritas mais de 2500 sorovariedades. Dentre estas sorovariedades, S. enterica Typhimurium e Enteritidis são agentes etiológicos freqüentes isolados de infecções em humanos. Um novo sorotipo patogênico para humanos tem sido isolado em vários países como Estados Unidos, Espanha, Tailândia, Luxemburgo e Brasil. Nestes países, esses isolados foram associados com infecções graves em humanos, sugerindo um fenótipo de virulência. Este novo sorotipo foi tipado como S. enterica I 4,[5],12:i:-, uma vez que apresenta características sorológicas e fisiológicas semelhantes a sorovariedade Typhimurium (S. enterica I 4,[5],12:i:1,2), mas não possui a variação de fase flagelar tão característica desta última. Este sorotipo também assemelha-se sorologicamente ao sorovar Lagos (S. enterica I 4,[5],12:i:1,5). No Estado de São Paulo, o sorotipo 4,[5],12:i:- foi o terceiro mais isolado entre 1996 e 2003. Dados prévios de nosso Laboratório, obtidos com amostras isoladas no Estado de São Paulo, indicaram que S. enterica I 4,[5],12:i:- derivou-se de S. enterica Typhimurium por perda da variação de fase flagelar. No entanto, os dados de similaridade genética existentes até o momento baseiam-se em métodos como Rep-PCR e Pulsed Field. Desta forma, considerando a importância epidemiológica deste sorotipo, o objetivo deste projeto é aprofundar os conhecimentos sobre S. enterica I 4,[5],12:i:-, confirmando a similaridade genética com Typhimurium através da utilização de técnicas baseadas em comparação de seqüências de DNA, como Multilocus sequence typing (MLST). A utilização desta técnica permitirá que as linhagens de S. enterica I 4,[5],12:i:- sejam comparadas com outras sorovariedades cujas seqüências estão depositadas no banco de dados de MLST e com linhagens de S. enterica Typhimurium. Além disso, neste trabalho, será avaliada a estabilidade da região genômica compreendendo o operon fljBA em S. enterica Typhimurium, testando uma hipótese sobre a origem de linhagens 4,[5],12:i:-. A seqüência parcial de uma linhagem deste sorotipo será obtida e comparada com o genoma de linhagem S. enterica 4,[5],12:i:- CVM23701, isolada nos Estados Unidos e com linhagens do sorotipo Typhimurium. Estes dados irão corroborar análises biológicas adicionais do sorotipo de S. enterica I 4,[5],12:i:- no Brasil. Dados recentes de nosso grupo indicam que mutantes nulos de S. enterica Typhimurium para os genes himA ou himD, genes codificadores do Integration Host Factor (IHF) e fis (Factor for Inversion Stimulation) são atenuadas quanto a virulência e imunogênicos. Considerando a demanda existente para o desenvolvimento de mutantes atenuados de S. enterica Enteritidis com potencial vacinal, outro objetivo deste projeto é o desenvolvimento de mutantes do sorovar Enteretidis nulos para estes genes, seguido de avaliação da atenuação da virulência e do potencial protetor no modelo murino de infecção. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TOMIYAMA, M. P. O.; WERLE, C. H.; MILANEZ, G. P.; NOBREGA, D. B.; PEREIRA, J. P.; CALARGA, A. P.; FLORES, F.; BROCCHI, M. Salmonella enterica Typhimurium fljBA operon stability: implications regarding the origin of Salmonella enterica I 4,[5], 12:i:-. Genetics and Molecular Research, v. 14, n. 4, p. 19057-19065, 2015. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

VETOR VACINAL COMPREENDENDO SALMONELLA ENTERICA TYPHIMURIUM ATENUADOS MUTANTES PARA O GENE FIS, VACINA COMPREENDENDO O DITO VETOR E USO DO DITO VETOR BR1020140306382 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . Marcelo Brocchi; Guilherme Paier Milanez; Aline Ferreira de Oliveira Pereira; Maria Cristina Roque Antunes Barreira; Luciana Pereira Ruas - 08 de dezembro de 2014

Solicitação em análise e dentro do prazo legal de sigilo previsto na legislação BR1020160232090 - Laboratório Biovet S/A ; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . Solicitação em análise e dentro do prazo legal de sigilo previsto na legislação - 05 de outubro de 2016

VACINAL VECTOR COMPREENDING SALMONELLA ENTÉRICA TYPHIMURIUM ATENUATED MUTANTS FOR THE GENE FIS, VACINA UNDERSTANDING THE VITOR SAYING AND USING THE VITO VITOR PCT/BR2015/000137 - Universidade de São Paulo (USP) ; Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . Marcelo Brocchi; Luciana Pereira Ruas; Maria Cristina Roque Antunes Barreira; Aline Ferreira de Oliveira Pereira; Guilherme Paier Milanez - 04 de setembro de 2015