Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores químicos e físicos como diagnóstico ambiental de estuário tropical impactado por elementos-traço: uma investigação holística (sedimento, água e biota) no sistema estuarino de Santos-Cubatão (SP)

Processo: 08/11511-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2009 - 30 de abril de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geologia
Pesquisador responsável:Wanilson Luiz Silva
Beneficiário:Wanilson Luiz Silva
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Metais  Radioatividade  Biodisponibilidade  Contaminação  Poluição  Geoquímica ambiental 

Resumo

Níveis anomalamente elevados de múltiplas substâncias químicas têm sido registrados em muitos ambientes sedimentares costeiros, como observado no sistema estuarino de Santos-Cubatão, Estado de São Paulo, de grande importância histórica, ecológica e econômica para o Brasil. Escassos estudos sobre este cenário ambiental documentam o risco de biodisponibilidade de elementos-traço e a bioacumulação de vários metais em organismos aquáticos, comprometendo o equilíbrio do ecossistema. Contudo, um estudo holístico do problema e que integre dados do meio físico e biótico em diferentes estações do ano ainda não foi realizado, salientando que fatores ambientais sazonais desempenham um importante papel na transferência de elementos indesejáveis para os organismos expostos. Este conhecimento também é primordial para preencher lacunas na área do conhecimento sobre ambientes costeiros tropicais. O presente projeto visa identificar os fatores físicos e químicos temporais reguladores da partição de multi-elementos na interface sedimento-água-biota de um ambiente estuarino tropical impactado (sistema estuarino de Santos-Cubatão), considerando um ciclo anual de amostragem. Em adição, o estudo almeja avaliar o potencial de exportação hídrica (particulados e dissolvidos) dos contaminantes dentro do sistema estuarino como um todo. Para alcançar os objetivos, o sistema estuarino de Santos-Cubatão será investigado por meio de medição contínua e em tempo real de parâmetros físico-químicos do ambiente aquático-sedimentar; geoquímica de águas intersticiais obtidas por equilíbrio difusivo in situ; geoquímica de águas superficiais (dissolvidos e particulados); dosagem de metais em animais aquáticos; quantificação de AVS-SEM (sulfetos volatilizáveis por acidificação e metais simultaneamente extraídos), extrações químicas seqüenciais, caracterizações mineralógica, granulométrica, e do conteúdo de carbono orgânico total em sedimentos; e geoquímica de isótopos instáveis como traçadores de contaminação entre sedimento e biota. Além da contribuição científica, as relações químicas sazonais entre água, sedimento e biota que serão avaliadas neste projeto devem revelar um cenário ambiental mais realístico para tomadas de decisões em políticas públicas. Pesquisadores de instituições como UNICAMP, Universidade Federal Fluminense, Universidade Federal do Pará e Universidade de Brasília estarão envolvidos na pesquisa, a qual contemplará a formação de pesquisadores nos níveis de pós-graduação e iniciação científica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NIZOLI, ERICO CASARE; LUIZ-SILVA, WANILSON. Seasonal AVS-SEM relationship in sediments and potential bioavailability of metals in industrialized estuary, southeastern Brazil. ENVIRONMENTAL GEOCHEMISTRY AND HEALTH, v. 34, n. 2, SI, p. 263-272, APR 2012. Citações Web of Science: 18.
SANDERS, L. M.; SANDERS, C. J.; LUIZ-SILVA, W.; MACHADO, W.; SILVA-FILHO, E. V.; PATCHINEELAM, S. R. Anthropogenic source assessment of Ra-226 and Pb-210 in a sediment core from the Cubato River estuary (SE Brazil). JOURNAL OF RADIOANALYTICAL AND NUCLEAR CHEMISTRY, v. 287, n. 3, p. 729-732, MAR 2011. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.