Busca avançada
Ano de início
Entree

Peneiras moleculares micro e mesoporosas e materiais lamelares III

Processo: 08/00132-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2008 - 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Inorgânica
Pesquisador responsável:Heloise de Oliveira Pastore
Beneficiário:Heloise de Oliveira Pastore
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Zeolitas  Auto-organização  Materiais lamelares  Peneira molecular 

Resumo

Este projeto compreende seis subprojetos individuais e independentes todos envolvendo materiais lamelares; argilas ou silicatos e aluminofosfatos- ou materiais zeolíticos. O primeiro deles se relaciona ao trabalho com a [Al]-magadiita, que foi sintetizada pela primeira vez no Grupo de Peneiras Moleculares Micro- e Mesoporosas. Ele tem como objetivo determinar as condições exatas em que esse material é preparado. Além desse trabalho de cunho bastante fundamental, a [Al]-magadiita será intumescida e pilarizada com sílica para que se possam observar os sítios ácidos em toda sua concentração.O segundo subprojeto trata da síntese e modificação dos silicatos lamelares RUB-15 e RUB-18 pela introdução de alumínio na estrutura. Espera-se desta forma, não só criar sítios ácidos como também possivelmente aumentar a estabilidade térmica dos materiais, de tal forma a tornar viáveis aplicações onde temperaturas mais altas estão envolvidas.A sepiolita será investigada no terceiro subprojeto. Esta interessante argila foi sempre estudada sob o ponto de vista da aplicação. Sua síntese é difícil e deve sempre ser semeada. Estudaremos aqui as formas de síntese e modificação do material, com vistas ao aumento das opções de vias sintéticas para sua produção.O projeto seguinte envolve a utilização dos silicatos e aluminofosfatos lamelares, organomodificados, no ancoramento de nanopartículas de semicondutores para a construção de um dispositivo luminescente. Todo o sistema deve ser construído sobre placas de vidro aluminizadas, de forma a constituir um dispositivo emissor de luz capaz de emitir de ambos os lados, e que possa ser organizado em painéis de grandes dimensões.Estes projetos em conjunto visam aumentar o escopo de utilização dos materiais lamelares no Grupo e, tanto quanto é de nosso conhecimento, no país, uma vez que não nos consta que outros Grupos que já trabalham com materiais lamelares, tenham esses objetivos nos seus horizontes.O quinto subprojeto versa sobre as peneiras moleculares de aluminofosfato: silicoaluminofosfatos, metaloaluminofosfatos e metalossilicoaluminofosfatos. Estes materiais são preparados por um método inédito descoberto pelo Grupo de Peneiras Moleculares Micro e Mesoporosas, que parte de um aluminofosfato lamelar com estrutura da kanemita silícica. Este projeto visa ampliar o escopo do método e preparar um número ainda maior de estruturas cuja acidez possa ser controlada.Finalmente, no sexto subprojeto nos propomos a abordar um assunto razoavelmente novo na área de peneiras moleculares: o acesso de moléculas maiores aos espaços zeolíticos restritos. Para isso foram abandonadas as peneiras moleculares mesoporosas, com suas paredes amorfas de poros, em favor dos zeólitos deslaminados, materiais com sítios ativos zeolíticos, expostos em superfícies externas que já dispõem de características de peneiramento molecular.Ao final do projeto, esperamos ter alcançado um entendimento mais profundo do mecanismo de formação das peneiras moleculares usando o aluminofosfato lamelar com estrutura da kanemita silícica, de tal forma a poder controlar as propriedades físico-químicas do material zeolítico completamente através da síntese. Esperamos também ter compreendido como preparar um precursor zeolítico lamelar para poder expandir o número de estruturas passíveis de desfolhamento por afastamento de lamelas. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAMOS, FRANCISCA S. O.; PASTORE, HELOISE O. 2D-to-disguised 3D materials with built-in acid sites: H+-[Al]-RUB-18. DALTON TRANSACTIONS, v. 46, n. 35, p. 11728-11737, SEP 21 2017. Citações Web of Science: 1.
MOURA, HIPASSIA M.; PASTORE, HELOISE O. Functionalized mesoporous solids based on magadiite and [Al]-magadiite. DALTON TRANSACTIONS, v. 43, n. 27, p. 10471-10483, 2014. Citações Web of Science: 10.
DE SOUZA E SILVA, JULIANA MARTINS; PAUL, GEO; BENDALL, JAMES; BISIO, CHIARA; MARCHESE, LEONARDO; PASTORE, HELOISE O. Novel insights on magadiite disaggregation: a multitechnique study on thermal stability. Physical Chemistry Chemical Physics, v. 15, n. 32, p. 13434-13445, 2013. Citações Web of Science: 7.
CHAVES, THIAGO F.; PASTORE, HELOISE O.; CARDOSO, DILSON. A simple synthesis procedure to prepare nanosized faujasite crystals. Microporous and Mesoporous Materials, v. 161, p. 67-75, OCT 1 2012. Citações Web of Science: 37.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.