Busca avançada
Ano de início
Entree

Desempenho de chaminés solares para indução da ventilação natural em edificações submetidas a climas típicos do Brasil

Processo: 08/56600-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2008 - 30 de novembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Tecnologia de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Maurício Roriz
Beneficiário:Maurício Roriz
Instituição-sede: Centro de Ciências Exatas e de Tecnologia (CCET). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Arquitetura bioclimática  Elementos e componentes da construção  Chaminés  Ventilação (conforto ambiental) 

Resumo

No Brasil, ainda predominam edificações que não se beneficiam das técnicas de adequação climática, resultando em ambientes superaquecidos no verão e gelados nos períodos de inverno, submetendo os ocupantes a condições desconfortáveis ou obrigando-os ao acionamento de ventiladores e aparelhos de condicionamento do ar, que incrementam o desperdício de energia e oneram as contas de eletricidade. Os efeitos conjugados entre a absorção de radiação solar e a produção interna de calor (pessoas, lâmpadas, equipamentos) tendem a manter as temperaturas internas das edificações mais altas que as do ar exterior. Sob tais condições, a ventilação natural é uma das principais estratégias passivas de condicionamento térmico de ambientes, pois substitui o ar interno pelo ar mais fresco do exterior. Uma edificação pode ser ventilada pela ação direta dos ventos ou pelo chamado "efeito chaminé", provocado por diferenças de temperaturas e de pressão entre aberturas de entrada e de saída do ar. A ação direta dos ventos é geralmente mais efetiva que a segunda estratégia, mas no interior da malha urbana há inúmeros obstáculos que bloqueiam os ventos, restando apenas o efeito chaminé como recurso para promover a ventilação natural dos ambientes. A presente pesquisa tem o objetivo principal de avaliar o potencial de aplicação de chaminés solares para indução da ventilação natural em edificações submetidas a climas típicos do Brasil ou de outros países latino-americanos. Foram construídas e serão monitoradas duas células de teste, uma dispondo de chaminé convencional e outra de chaminé solar. Os dados obtidos no monitoramento de ambas serão comparados a valores calculados por meio de diferentes modelos matemáticos. O modelo que apresentar melhores resultados será aplicado no desenvolvimento de um programa computacional que, em conjunto com base de dados climáticos da América Latina, permitirá estimar os efeitos dessa estratégia em diferentes localidades do território nacional. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Ar-condicionado natural