Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e aplicação de rede de geossensores para monitoramento ambiental

Processo: 09/53154-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de dezembro de 2009 - 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Convênio/Acordo: Microsoft Research
Pesquisador responsável:Celso von Randow
Beneficiário:Celso von Randow
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Sensoriamento remoto  Interação biosfera-atmosfera  Monitoramento ambiental  Ecossistema amazônico 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/World...Impact_2_10_11.pdf

Resumo

O presente projeto propõe atividades de pesquisa científica e tecnológica cooperativa em resposta à chamada de propostas do Instituto Virtual de Pesquisa FAPESP – Microsoft Research, principalmente buscando o objetivo de desenvolvimento e aplicação de instrumentos e técnicas da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) em disciplinas ligadas às Ciências do Meio Ambiente. As atividades estão enquadradas principalmente na primeira linha temática de interesse da chamada: “introdução de instrumentos e técnicas computacionais na modelagem/revisão de mudanças climáticas (por exemplo clima, hidrologia, oceanografia, ecologia)”, propondo o desenvolvimento de sensores ambientais com capacidade de medições em resolução temporal de segundos e com custo relativamente baixo, possibilitando a formação de redes de sensores com alta resolução espacial, além de produtos computacionais de integração e visualização destes dados ambientais, o que criará grande potencial para aplicações em estudos de interação da biosfera terrestre com o meio ambiente. Destacam-se três principais componentes: 1) desenvolvimento de protótipos de geossensores com capacidade de transmissão de dados via wireless e a principal premissa de serem produzidos a um custo relativamente baixo, possibilitando a formação de redes de monitoramento de alta resolução espacial; 2) desenvolvimento de ferramentas de software para controle de qualidade, visualização e integração dos dados coletados em rede pelos geossensores; e 3) realização de campanhas experimentais com a instalação de uma rede de geossensores para estimar a variabilidade espacial de temperatura e umidade em complemento a uma torre de fluxos situada em um terreno complexo na floresta Amazônica, objetivando uma melhor descrição do escoamento e da advecção horizontal próximo à torre. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio::
Conexões climáticas e ambientais