Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do impacto relativo das emissões locais de precursores e do transporte atmosférico na produção de ozônio no eixo Rio de Janeiro - São Paulo

Processo: 08/04701-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2008 - 31 de agosto de 2011
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Pesquisador responsável:Plínio Carlos Alvalá
Beneficiário:Plínio Carlos Alvalá
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Química atmosférica  Poluição do ar  Ozônio  Mudança climática  Vale do Paraíba 

Resumo

A poluição urbana tem recebido grande atenção nos tempos recentes em função da sua ação prejudicial à saúde humana, à agricultura e de seus possíveis impactos no clima global. O Vale do rio Paraíba do Sul é uma região extremamente interessante sob este ponto de vista uma vez que, encerrado entre as Serras da Mantiqueira (ao norte) e do Mar (ao Sul), conecta as duas maiores áreas metropolitanas do Brasil: São Paulo e Rio de Janeiro. São José dos Campos, a maior cidade do Vale, tem apresentado episódios de valores altos de ozônio próximos à superfície, medidos em três locais durante o ano de 2007. Pretende-se contribuir para uma caracterização da distribuição das concentrações de ozônio e seus precursores na escala do Vale. Além das fontes locais, será também avaliada a influência das emissões provenientes das regiões metropolitanas de São Paulo e do Rio de Janeiro e de queimadas na região Amazônica e Brasil Central. Esta proposta visa ampliar a área de cobertura e o tempo de duração de um experimento utilizando uma plataforma de medidas instalada na aeronave Bandeirante do INPE (projeto aprovado CNPq n. 123789). Durante o experimento serão realizadas medidas de material particulado, CO, CO2, O3, CH4 e VOCs. Também fará parte do experimento uma estação fixa instalada em Cachoeira Paulista, SP, a qual fornecerá medidas das concentrações dos mesmos gases do avião, além dos óxidos de nitrogênio (NOx) e dos hidrocarbonetos totais (THC) e SO2. Em conjunto com as medidas acima, o projeto prevê a modelagem numérica de química atmosférica nas escala local e regional para uma avaliação mais aprofundada das influências dos precursores e circulação na formação do ozônio na região do Vale do Paraíba. Este experimento permitirá uma avaliação do potencial de extrapolação das medidas pontuais realizadas ao nível da superfície. Serão escolhidos eventos de transporte atmosféricos, com base na previsão operacional do modelo CCATT-BRAMS (Coupled Chemistry-Aerosol-Tracer Transport model to the Brazilian developments on RAMS), os quais deverão permitir a caracterização dos diversos padrões de transporte atmosférico dominantes na região. (AU)