Busca avançada
Ano de início
Entree

Ultrassonografia articular em artrite idiopática juvenil em remissão: um estudo prospectivo

Processo: 10/50128-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2010 - 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Maria Teresa de Sande e Lemos Ramos Ascensão Terreri
Beneficiário:Maria Teresa de Sande e Lemos Ramos Ascensão Terreri
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Artrite juvenil  Sinovite  Ultrassonografia Doppler 

Resumo

A artrite idiopática juvenil (AIJ) é a doença reumática crônica mais freqüente na infância. Tem prognóstico variável, sendo caracterizada por períodos de atividade e remissão. A fisiopatologia da AIJ inclui processo inflamatório da sinóvia e tecido periarticular, com produção de panus sinovial. O panus é o principal fator patológico de destruição da cartilagem e osso, podendo levar à anquilose da articulação. Os avanços no tratamento da AIJ contribuíram para a melhora na qualidade de vida dos pacientes evitando sequelas e promovendo aumento das taxas de remissão clínica. Os critérios preliminares de doença inativa e remissão clínica com ou sem medicação em AIJ são fundamentados em parâmetros clínicos e laboratoriais. Estudos em pacientes com AIJ nos quais foram avaliadas, por meio de ultrassonografia (US), as articulações como joelhos, quadris, interfalangianas de mãos e outras, demonstraram presença de sinovite subclínica em pacientes considerados sem atividade de doença. Não está claro se a sinovite subclínica detectada por técnicas de imagem pode predizer subsequente dano articular progressivo e piora funcional em articulações clinicamente assintomáticas. O objetivo deste estudo é avaliar a presença de sinovite subclínica por meio de US Doppler em pacientes com AIJ em remissão clínica e avaliar a correlação dos achados ultrassonográficos articulares com variáveis clínicas, laboratoriais e funcionais desses pacientes no início do estudo e a longo prazo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MIOTTO E SILVA, VANESSA BUGNI; VILELA MITRAUD, SONIA DE AGUIAR; VILAR FURTADO, RITA NELY; NATOUR, JAMIL; LEN, CLAUDIO ARNALDO; RAMOS ASCENSAO TERRERI, MARIA TERESA DE SANDE E LEMOS. Patients with juvenile idiopathic arthritis in clinical remission with positive power Doppler signal in joint ultrasonography have an increased rate of clinical flare: a prospective study. PEDIATRIC RHEUMATOLOGY, v. 15, NOV 13 2017. Citações Web of Science: 5.
MIOTTO E SILVA, VANESSA BUGNI; TAVARES DA SILVA, CAROLINA DE FREITAS; VILELA MITRAUD, SONIA DE AGUIAR; VILAR FURTADO, RITA NELY; ESTEVES HILARIO, MARIA ODETE; NATOUR, JAMIL; TERRERI, MARIA TERESA. Do patients with juvenile idiopathic arthritis in remission exhibit active synovitis on joint ultrasound?. RHEUMATOLOGY INTERNATIONAL, v. 34, n. 7, p. 937-945, JUL 2014. Citações Web of Science: 15.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.