Busca avançada
Ano de início
Entree

Infecções pneumocócicas no município de São Paulo: estudo de epidemiologia molecular do Projeto EUREQA

Processo: 09/00730-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 30 de setembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Antonio Carlos Campos Pignatari
Beneficiário:Antonio Carlos Campos Pignatari
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças respiratórias  Streptococcus pneumoniae  Resistência microbiana a medicamentos  Sorotipagem 

Resumo

Em todo o mundo, o Streptococcus pneumoniae é o agente etiológico mais freqüente de infecções adquiridas na comunidade que acomete o sistema respiratório, principalmente em pneumonias e meningites. Os objetivos deste estudo serão determinar a prevalência dos sorotipos de S. pneumoniae isolados de amostras provenientes do Hospital São Paulo e Fleury Medicina e Saúde segundo a distribuição geográfica no município de São Paulo; determinar a prevalência e a distribuição geográfica da resistência à penicilina e a ceftriaxona; investigar a diversidade genética das cepas de S. pneumoniae resistentes à penicilina e a disseminação dos padrões genéticos no município de São Paulo. Este estudo será retrospectivo, no período de Janeiro de 2002 a Dezembro de 2006 e serão estudadas 100 amostras de S. pneumoniae proveniente de ambos os centros. Serão realizados métodos microbiológicos fenotípicos de sensibilidade a antimicrobianos acrescidos de técnicas moleculares, como PFGE (Pulsed Field Gel Eletrophoresis), PCR em tempo real para tipagem capsular e por MLST. Estudos de vigilância, incluindo a metodologia de geoprocessamento, de infecções por S. pneumoniae são importantes para que haja um apropriado acompanhamento do perfil de resistencia a antimicrobianos e sorotipos capsulares circulantes numa determinada comunidade. (AU)