Busca avançada
Ano de início
Entree

Hormônios e neuropeptídeos em pacientes com câncer gástrico e colorretal

Processo: 08/10001-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2009 - 31 de outubro de 2011
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Nora Manoukian Forones
Beneficiário:Nora Manoukian Forones
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Assunto(s):Gastroenterologia  Neoplasias gastrointestinais  Estado nutricional  Obesidade  Síndrome metabólica  Índice de massa corporal  Peptídeos 

Resumo

O hipotálamo é o orgão central da alimentação, mediando a regulação da dieta a curto e longo prazo, através da síntese de vários hormônios e neuropeptídios orexígenos e anorexígenos. O desequilíbrio nesta regulação pode resultar em desordens no comportamento alimentar, levando à caquexia ou obesidade. Pacientes com câncer avançado podem desenvolver desnutrição, causando efeitos negativos na resposta às terapias. As alterações no metabolismo, nos hormônios e nas citocinas circulantes, são conhecidas como fatores que intensificam a síndrome de anorexia e caquexia, o que justificaria a progressiva perda de peso dos pacientes oncológicos. O paciente caquético é mais suscetível a processos infecciosos, complicações pós-operatórias e menor tolerância ao tratamento oncológico. A obesidade é considerada um fator de risco de muitas neoplasias, entre elas o câncer colorretal. Estudos apontam a conexão entre obesidade, síndrome metabólica e alterações relacionadas com câncer colorretal. O sobrepeso e obesidade são responsáveis por 14% das mortes causadas por câncer em homens e 20% em mulheres, respectivamente. Estudos moleculares e fisiológicos dentro do controle neuroendócrino da alimentação através dos hormônios e neuropeptídeos apontam a necessidade de novas estratégias para possibilitar o tratamento de enfermidades relacionadas à regulação do balanço energético. Objetivo: O estado nutricional, níveis hormonais e neuropeptídeos, estadiamento e localização do tumor serão determinados e correlacionados a fim de possibilitar o entendimento das alterações metabólicas que intensificam a síndrome de anorexia e obesidade dos pacientes com tumor gástrico e colorretal. Casuística e Métodos: Serão Avaliados 100 pacientes com câncer gástrico e colorretal. A avaliação do estado nutricional será realizada através do Índice de massa corporal (IMC) e bioimpedância elétrica (BIA) para determinar o percentual de gordura e massa magra. A análise sanguínea será realizada através de punção periférica para determinar os níveis plasmáticos de grelina, leptina, PYY e AgRP e NPY, CART e ± -MSH somente nos pacientes com sobrepeso e obesidade. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.