Busca avançada
Ano de início
Entree

O receptor B2 de cininas em adipócitos e seu papel no controle da obesidade

Resumo

O sistema calicreína-cininas, dentre muitos outros processos, está envolvido com a indução e manutenção do processo inflamatório, dor e hipertensão, principalmente pela ação da bradicinina em um subtipo de receptor presente em diversos tecidos, denominado receptor B2 de cininas. Recentemente, resultados inéditos do nosso grupo mostraram que camundongos nocaute para o receptor B1 e B2 são resistentes à obesidade induzida por dieta hiperlipídica e que esses receptores estariam controlando a ingestão de alimentos, levando à alterações nas concentrações de hormônios importantes no metabolismo energético como leptina e insulina. Além disso, a deleção total do receptor B1 resultou também em um estado de resistência à insulina no tecido adiposo branco e uma proteção à intolerância à glicose induzida pela dieta hiperlipídica. Entretanto, nossos experimentos prévios mostraram também que, apesar dos camundongos nocaute para o receptor B2 de cininas apresentarem resistência à obesidade, os mesmos apresentam um maior metabolismo energético, e diferentemente dos nocautes para o receptor B1, apresentam resistência à glicose quando tratados com dieta hiperlipídica. Esses dados mostram a importância do sistema calicreína-cininas na patogênese da obesidade e diabetes e a possibilidade de intervenção nesse sistema na busca de tratamento dessas patologias. (AU)