Busca avançada
Ano de início
Entree

Pesquisa de instabilidade gênica por quimioterapia antineoplásica nas células mononucleares do sangue periférico de mulheres com câncer de mama

Processo: 00/04681-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2000 - 30 de setembro de 2003
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Auro del Giglio
Beneficiário:Auro del Giglio
Instituição-sede: Faculdade de Medicina do ABC (FMABC). Organização Social de Saúde. Fundação do ABC. Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia  Neoplasias mamárias  Quimioterapia  Repetições de microssatélites 

Resumo

A quimioterapia antineoplásica é genotóxica e pode induzir lesão no DNA de células tumorais e normais. Dados obtidos em nosso laboratório e de estudos da literatura indicam que linfócitos normais de pacientes submetidos à quimioterapia para tumores não hematológicos podem adquirir o fenótipo caracterizado por instabilidade de microssatélites, além de lesões em genes supressores de tumores como p53 e alteração da expressão de proteínas importantes para o reparo do DNA, como é o caso do PCNA. Entretanto, a relevância clínica desses fenômenos é ainda pouco conhecida. Pretende-se estudar a ocorrência de alterações do gene p53, na expressão de PCNA e indução de instabilidade de microssatélites em 30 pacientes com câncer de mama, submetidas à quimioterapia antineoplásica (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FONSECA‚ F.L.A.; ANA‚ A.; BENDIT‚ I.; ARIAS‚ V.; COSTA‚ L.J.; PINHAL‚ A.A.; DEL GIGLIO‚ A. Systemic chemotherapy induces microsatellite instability in the peripheral blood mononuclear cells of breast cancer patients. BREAST CANCER RESEARCH, v. 7, n. 1, p. R28-R32, 2005.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.