Busca avançada
Ano de início
Entree

Estado nutricional relativo à vitamina D em crianças e adolescentes com lúpus eritematoso sistêmico juvenil e artrite idiopática juvenil

Processo: 08/57420-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2009 - 31 de agosto de 2010
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Maria Teresa de Sande e Lemos Ramos Ascensão Terreri
Beneficiário:Maria Teresa de Sande e Lemos Ramos Ascensão Terreri
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças  Adolescentes  Estado nutricional  Lúpus eritematoso sistêmico  Vitamina D  Cálcio  Artrite juvenil 

Resumo

Vários estudos têm demonstrado que a vitamina D, além da prevenção do raquitismo carencial, apresenta funções imunorreguladoras. A deficiência de vitamina D tem sido relacionada ao desenvolvimento de doenças auto-imunes. Estudo envolvendo 29.368 mulheres americanas verificou que a ingestão de vitamina D foi inversamente relacionada com a presença de artrite crônica. Há ainda poucos estudos na literatura, avaliando o estado nutricional relativo à vitamina D em pacientes com doenças reumatológicas. Há trabalhos onde pacientes adultos com diagnóstico recente de lupus eritematoso sistêmico (LES) apresentavam níveis mais baixos de 25(OH)D3 (21,6 ng/ml) comparativamente a controles saudáveis (27,4 ng/ml). São ainda escassos os estudos publicados, até o momento, avaliando os níveis séricos de 25(OH)D3 em crianças e adolescentes com LES. O objetivo principal deste trabalho será avaliar os níveis de 25(OH)D3 e os marcadores de metabolismo ósseo em crianças e adolescentes com LES juvenil e artrite idiopática juvenil (AIJ) poliarticular e em controles pareados para sexo e idade. Como objetivos secundários espera-se correlacionar os níveis de 25(OH)D3 com atividade de doença, presença de fotossensibilidade, uso de medicações (corticosteróides e hidroxicloroquina), suplementação de cálcio e vitamina D, uso de bloqueador solar, densidade mineral óssea e com a composição corporal. Serão avaliados: 40 crianças e adolescentes com LES juvenil e 20 crianças e adolescentes com AIJ do tipo poliarticular. O grupo controle será constituído por 60 indivíduos saudáveis que não tenham nenhum distúrbio do metabolismo do cálcio e que não estejam em uso de suplementos de cálcio e vitamina D. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PERACCHI, O. A. B.; TERRERI, M. T. R. A.; MUNEKATA, R. V.; LEN, C. A.; SARNI, R. O. S.; LAZARETTI-CASTRO, M.; HILARIO, M. O. E. Low serum concentrations of 25-hydroxyvitamin D in children and adolescents with systemic lupus erythematosus. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 47, n. 8, p. 721-726, Ago. 2014. Citações Web of Science: 10.
MUNEKATA, R. V.; TERRERI, M. T. R. A.; PERACCHI, O. A. B.; LEN, C.; LAZARETTI-CASTRO, M.; SARNI, R. O. S.; HILARIO, M. O. E. Serum 25-hydroxyvitamin D and biochemical markers of bone metabolism in patients with juvenile idiopathic arthritis. Brazilian Journal of Medical and Biological Research, v. 46, n. 1, p. 98-102, JAN 2013. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.