Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência de polimorfismos do gene de NPC1L1 nos níveis de LDL-c e nas respostas terapêuticas e ezetimiba em pacientes com hipercolesterolemia primária

Processo: 08/54786-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2009 - 31 de março de 2011
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Maria Cristina de Oliveira Izar
Beneficiário:Maria Cristina de Oliveira Izar
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Colesterol  Polimorfismo genético  Hipolipemiantes 

Resumo

O tratamento das dislipidemias baseia-se na inibição da HMG-CoA redutase (estatinas). Sua associação aos inibidores de absorção de esteróis tem permitido efeitos complementares. A ezetimiba, que atua na proteína Niemann-Pick C1 L1 (NPC1L1), é o único representante disponível dos inibidores de absorção. Variantes genéticas relativamente freqüentes no gene que codifica a NPC1L1, desempenham importante papel nos níveis de esteróis plasmáticos. Alimentos funcionais enriquecidos com fitosteróis têm sido propostos para diminuir o risco cardiovascular, porém o uso de estatinas aumenta a absorção de fitosteróis, e consequentemente, a fitosterolemia, o que tem se associado à aterosclerose prematura. Variantes genéticas na NPC1L1 podem agravar esta situação. A prevalência na população brasileira e a influência de polimorfísmos do gene de NPCILI nos esteróis plasmáticos e nas respostas terapêuticas são pouco exploradas na literatura, e constituem alvo de interesse da farmacogenética e nutrigenômica. Objetivos: Descrever polimorfísmos do gene de NPC1L1 e sua influência nos níveis de esteróis plasmáticos e nas respostas aos hipolipemiantes. Identificar novos polimorfísmos na população estudada. Métodos: Em 300 indivíduos com indicação de terapia hipolipemiante (NCEP/ATPIII), aleatorizados para receber fármacos em doses equipotentes (rosuvastatina 40 mg/dia ou a associação sinvastatina 40mg/ ezetimiba 10 mg), avaliaremos os polimorfísmos (1679C>G, -133>G e -18C>A) do gene de NPC1L1 por PCR e seqüenciamento direto. Esteróis plasmáticos (campesterol, sitosterol, latosterol) serão dosados por cromatografía gasosa e espectrometria de massa no período basal a após 30 dias de tratamento. Aspectos fenotípicos (cor da pele) e genealógicos serão identificados, além de determinarmos as respostas à inibição da síntese e/ou da absorção de colesterol, com base no perfil genético. Os dados serão comparados entre os genótipos/haplótipos por quiquadrado ou teste exato de Fischer e os níveis de esteróis comparados entre os tratamentos por GLM - medidas repetidas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MALINA, DANIELA M. T.; FONSECA, FRANCISCO A.; BARBOSA, SILVIO A.; KASMAS, SORAIA H.; MACHADO, VALERIA A.; FRANCA, CAROLINA N.; BORGES, NEY C.; MORENO, RONILSON A.; IZAR, MARIA C. Additive effects of plant sterols supplementation in addition to different Lipid-lowering regimens. JOURNAL OF CLINICAL LIPIDOLOGY, v. 9, n. 4, p. 542-552, AUG 2015. Citações Web of Science: 9.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.