Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise molecular e morfológica das espécies crípticas do complexo Sarasinula S.L. (Mollusca, gastropoda,veronicellidae)

Processo: 07/58975-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2008 - 30 de setembro de 2010
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Eliana Nakano
Beneficiário:Eliana Nakano
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):08/06050-1 - Análise molecular e morfológica das espécies crípticas do complexo Sarasinula S.L. (Mollusca, Gastropoda, Veronicellidae), BP.TT
Assunto(s):Marcador molecular  Morfologia  Mollusca  Morfologia animal 

Resumo

Neste projeto nos propusemos a realizar uma análise molecular e morfológica do complexo Sarasinula s.l. (Mollusca, Gastropoda, Veronicellidae), identificando os grupos monofiléticos e táxons válidos. Espécies deste complexo têm sido cada vez mais mencionadas por tratarem-se de hospedeiras intermediárias de nematódeos causadores da angiostrongilose, severa doença abdominal (registrada na América do Sul e Central e mais recentemente no Hawaii e outras ilhas do Pacífico), e por serem pragas introduzidas que causam prejuízos dramáticos à agricultura em muitos países tropicais da América Central e do Sul (como o Brasil), África e Ásia, bem como ilhas do Caribe e Pacifico. Para a análise molecular, serão utilizadas técnicas de extração de DNA e amplificação de diversos marcadores moleculares, mitocondriais (16S rDNA, citocromo b e citocromo oxidase subunidade I) e nucleares (espaçador interno transcrito nuclear I e II). Para a análise morfológica, os espécimes serão analisados comparativamente sob estereomicroscópio. A variabilidade genética e morfológica, entre e dentro das populações e espécies, será analisada profundamente e filogenias serão construídas. Serão feitas inferências sobre possíveis processos históricos responsáveis pelos resultados encontrados. A sistemática do grupo será discutida com base nos resultados encontrados. Serão fornecidos os caracteres morfológicos diagnósticos das espécies consideradas válidas, além de um código de barras com base no citocromo oxidase subunidade I. (AU)