Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de toxinas isoladas do veneno do escorpião Tityus serrulatus sobre os níveis hipocampais de aminoácidos excitatórios, aminas biogênicas e citocinas em ratos

Processo: 09/54710-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2010 - 30 de junho de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Ana Leonor Abrahao Nencioni Soares
Beneficiário:Ana Leonor Abrahao Nencioni Soares
Instituição-sede: Instituto Butantan. Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Venenos de origem animal  Escorpiões  Toxinas  Sistema nervoso central  Neurotransmissores  Citocinas 

Resumo

Os venenos escorpiônicos são compostos, entre outras substâncias, por neurotoxinas, polipeptídios básicos de baixo peso molecular que agem sobre os canais iônicos, principalmente de sódio, alterando a liberação de mediadores químicos. O veneno do escorpião Tityus serrulatus tem sido extensamente estudado e muitas de suas toxinas já foram bem caracterizadas e sequenciadas. Entre as mais importantes estão a TsTX, uma toxina do tipo a, cuja atividade convulsivante e neurotóxica já foi demonstrada e a TsTX-I, uma toxina do tipo p, bem caracterizada quanto a seus efeitos periféricos mas ainda pouco conhecida em relação a seus efeitos centrais. Entre as toxinas pouco estudadas encontra-se a TsIV-IV, assim denominada por causa de sua localização, com perfil cromatográfico muito semelhante à TsTX, da qual pouco se sabe em relação a seus efeitos e mecanismo de ação. Há estudos mostrando que as toxinas escorpiônicas são capazes de modificar as concentrações cerebrais de neurotransmissores e os níveis plasmáticos de citocinas. Portanto, o presente trabalho tem como objetivo verificar alterações na liberação de neurotransmissores, particularmente aminoácido excitatórios e aminas biogênicas, após injeção intracerebral das toxinas TsTX-I e TsIV-rV e os níveis intracerebrais de citocinas após injeção intrahipocampal das toxinas TsTX, TsTX-I e TsIV-IV. As amostras serão coletadas por microdiálise, de hora em hora, antes e depois da injeção das toxinas e as dosagens de neurotransmissores serão feitas em HPLC e as de citocinas através de ensaio imunoenzimático. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUEZ, RENAN VOLNER; CORONADO DORCE, VALQUIRIA ABRAO; DE FREITAS, LUCAS ALVES; CORONADO DORCE, ANA LETICIA; LEBRUN, IVO; MARTINS SOBRAL, ANA CLAUDIA; VIEIRA PORTARO, FERNANDA CALHETA; KUNIYOSHI, ALEXANDRE KAZUO; CARVALHO, DANIELA CAJADO; ABRANDAO NENCIONI, ANA LEONOR. Intrahippocampal injection of TsTX-I increases the levels of INF-gamma in the cerebral tissue but not the levels of glutamate. Toxicon, v. 103, p. 155-159, SEP 1 2015. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.